Eleições 2022 Debate Com Desafio

ELEIÇÕES 2022 E DEBATE
COM DESAFIO DE DECLARAÇÃO

Respeitosamente debatendo opiniões sobre a próxima eleição presidencial, ao discordar das minhas avaliações e declaração de sólida decisão para voto, visivelmente contrariado e desnecessariamente sentindo-se “ofendido”, na crença de que incorrerei em erro um amigo me desafiou a declarar publicamente minhas avaliações, previsão e decisão! Aceitei a porfia! Segue!

1) DECISÃO IRREVOGÁVEL – Por ser ele incompetente, irresponsável, trapalhão e lhe faltar inteligência para aprender com seus próprios erros, sempre simulando “surdez” e “cegueira” ao embirrar os repetindo, seguidamente se autodenunciando como o pior e mais desastrado governante que tivemos nas gestões das últimas décadas, NÃO DAREI MEU VOTO para reeleger aquele que antes eu identificava como “burrego aspirante à ditador”, agora deixando de assim o qualificar ao lembrar que estava ofendendo aos jumentos!

Meu delirante desejo é que ele não prossiga para o segundo turno! Mais que isso, embora sabendo ser politicamente impossível, é minha ardente esperança que ele seja defenestrado para a última colocação entre os votados vencidos! O incapaz merece esse castigo!

2) MEU VOTO NO PRIMEIRO TURNO – No primeiro turno eletivo deste ano votarei no(a) candidato(a) que, em minha avaliação, demonstre ser a melhor opção para atender às incontáveis e urgentes necessidades da nação. Considerando os pretendentes que hoje permanecem na disputa ao cargo de presidente, se mantidos, seguramente votarei na candidata Simone Tebet, do MDB, que a mim demonstra ser responsável, inteligente, sensata, coerente, capaz e sincera, com grande possibilidade de se comprovar também eficiente. Reforçando minha avaliação e escolha, circulam “notícias” de que ela, Tebet, e sua equipe, conduzem ajustes para receber apoio político do PSDB, que deverá indicar como candidato a “vice” Tasso Jereissati ou Eduardo Leite, ambos merecedores de ótimas referências, ou, talvez, a Mara Gabrilli, igualmente excelente e ótima opção, provavelmente a melhor!

Entretanto, estou consciente de que, infelizmente, “tudo está indicando” ser mínima a possibilidade de eleição da “chapa” Tebet! Parece ser praticamente impossível! Mas, como na atual política brasileira assustadoramente “nada vem se mostrando impossível”, ficarei orgulhosamente feliz se errar nessa observação!

3) EM SEGUNDO TURNO – Acontecendo o que vem se mostrando como a “maior possibilidade”, praticamente certeza, levando à essa contenda final o desafeto qualificado como supremo campeão das trapalhadas, rei das inutilidades e nefasto aspirante à ditador, com certeza VOTAREI EM SEU OPONENTE, SEJA QUEM FOR!

4) FUNDAMENTAÇÃO – Tenho sólida convicção de que, por mais que a isso possa se dedicar, tentar e se esforçar, nenhum novo eleito conseguirá ser pior ou igual ao atual incompetente!

Todas as evidências indicam que Lula deverá ser a opção restante no “segundo tempo”. Neste caso, embora não seja minha escolha preferida, declaro publicamente que nele votarei!

Sabemos que ele, Lula, cometeu erros, no mínimo por omissão e conivência com os estragos praticados por muitos dos seus “companheiros”! Entretanto, mesmo considerando todas as falhas ocorridas, ao compararmos seus dois governos anteriores com o atual, vigente, sem dúvida as gestões do Lula foram “mil vezes” menos danosas, por maiores que tenham sido as deficiências que ele proporcionou e/ou permitiu!

Não tenho dúvidas de que ao Lula não faltam inteligência e perspicácia para agir assertivamente na política e na administração pública. As situações, aspirações e condicionantes que atualmente o impulsionam “exigirão” dele a necessidade de melhorar sua popularidade, e de se consolidar como bom governante.

As experiências antes adquiridas, aliadas à inteligência que não lhe falta, farão com que ele, Lula, se esmere em responsáveis e eficientes dedicações no acionamento das soluções que corrigirão as graves situações que herdará, certamente com bons resultados nos ajustes voltados aos direitos e necessidades dos cidadãos, principalmente no atendimento aos mais carentes.

Em razão das intensas degradações promovidas no atual governo às condições das saúde, educação, cultura, meio ambiente, segurança e transporte público, necessariamente estas merecerão especial atenção dele.

Repito; quaisquer que sejam as ações do Lula, ou de outro(a) competidor(a) que vença, com absoluta certeza o novo governo não proporcionará resultados tão desastrados, irresponsáveis, vergonhosos, fatais e letais como os que aconteceram e continuam acontecendo nos graves efeitos das trapalhadas do atual horrível e incompetente governante e seus asseclas governados, literalmente associados em malévola súcia, em qual agem na intensa busca de vantagens e proveitos próprios, mesmo quando aéticos, imorais e/ou ilegais. Sim, sei e reconheço; não são todos! Existem os honestos e corretos, mas, estão em minoria!

Conforme almejou o amigo “desafiante”, declaro; ASSIM ESTE SIMPLES CIDADÃO PENSA, AVALIA, DECLARA E RATIFICA!

Paulo Dirceu Dias
paulodias@pdias.com.br
Sorocaba – SP
01 de junho de 2022