Filme Rocketman Elton John Espetacular

Filme Rocketman, a história do Elton John; espetacular.

Sai do cinema há poucos momentos! Sempre fui, e sou, grande admirador de cinema, verdadeiro cinéfilo! Em oposição, nunca fui um roqueiro, apenas um reles simpatizante de algumas poucas músicas, cantores e/ou músicos do gênero! Nada além disso! Portanto, as colocações e opiniões que seguem não são de um arraigado aficionado do rock.

Se você assistiu e, como eu, gostou muito do filme Bohemian Rhapsody, que achei excelente, sobre a ótima banda Queen e o grande vocalista Freddie Mercury, tenha a absoluta certeza; adorará Rocketman, sobre o Elton John, seja na condição de cinéfilo e/ou de roqueiro!

Sugestão segura; não perca, não demore para assistir!

O filme é espetacular; “filmaço”! Merece o Oscar! Mais de um, principalmente pela direção e, também, como filme!

O diretor Dexter Fletcher (que assumiu a direção final do filme Bohemian Rhapsody, depois que Bryan Singer foi dispensado), foi novamente feliz e altamente eficiente! Ofereceu “um show” de direção! Com certeza merecerá um Oscar. A direção é excelente e super-eficiente, tornando Rocketman praticamente insuperável nessa linha de filmografia.

O filme é excelente e altamente convincente desde os primeiros minutos, durante toda a projeção e até os minutos finais do encerramento, literalmente. É longo, 02h01m, mas não cansa. Em oposto, prende a atenção “o tempo todo”, à cada minuto! É altamente eficiente à cada cena, mesmo naquelas que poderiam ser simples “clichês”, angustiantes e/ou até chocantes, sendo todas exibidas em formas agradáveis, atraentes e, repito, principalmente convincentes. As imagens exibidas, que poderiam se mostrar exibicionistas, são grandiosas, atraentes, e, novamente, igualmente convincentes. As músicas, ótimas em suas origens, são valorizadas e encantam durante o filme! É difícil resumir sem se repetir; todas as sequências são ótimas e envolventes, sem exceções.

Os atores, todos, convencem em suas interpretações, com grande destaque para o principal, Taron Egerton, que está irretorquível durante todo o filme, convencendo em todas as cenas.

Passei a gostar um pouco mais do rock! Muito mais de filmes e cinemas! É realmente um “filmaço”.

“Corra” para assistir! Não se arrependerá.

Na opinião deste simples cinéfilo, os prêmios como Oscar e outros similares terão que “jorrar” para tudo nesse filme!

Paulo Dirceu Dias
paulodias@pdias.com.br
Sorocaba – SP

01 Junho 2019