Da Terra à Marte Com Tecnologia Precisa e Perfeita

Da Terra à Marte
Com Tecnologia Precisa e Perfeita

Para melhor avaliar, pelos textos e imagens que seguem lembre as velocidades dos dois planetas em torno do sol, os diferentes posicionamentos e movimentos nas suas órbitas, e os efeitos que dificultam aos engenheiros astrofísicos conseguirem atingir a perfeita precisão exigida, que conseguem realizar com grande sucesso.

Comparativos de diferentes velocidades

Para comparar com os deslocamentos em altíssimas velocidades, vale lembrar que; a) a máxima velocidade atingida por um carro de “Fórmula 1” foi de 361,8 km/h; b) as grandes aeronaves comerciais a jato voam em cruzeiro com aproximadamente 900 km/h; e c) a velocidade do som, ao nível do mar e na atmosfera padrão terrestre, é de 1.226 km/h.

As diferentes órbitas e planos dos planetas

Os planetas do nosso sistema giram em torno do sol em órbitas elípticas (“ovais”), percorrendo o espaço interplanetário solar em diferentes e altíssimas velocidades, a seguir descritas, e em diferentes posições e planos de órbitas em relação ao “Equador” solar.

O Planeta Terra

Na Translação, em torno do sol, a Terra tem velocidade orbital média de 107.200 km/h (87,44 vezes maior que a velocidade do som).

Simultaneamente, em torno do seu próprio eixo, na Rotação, tem velocidade de 1.674 km/h (36,54% maior que a velocidade do som).

Em linha reta, quando os dois planetas estão mais próximos entre si, a menor distância entre a Terra e Marte,  considerando as mais favoráveis posições relativas, é de 57,6 milhões de quilômetros.

Entretanto, para chegar à atmosfera de Marte, decolando da Terra em momento que permitia a melhor performance no menor tempo, em razão das diferentes posições relativas e diferentes velocidades entre os dois planetas, a astronave teve que percorrer aproximadamente 480 milhões de quilômetros, navegando no espaço interplanetário durante quase 7 (sete) meses, em velocidade média aproximada de 60.800 km/h (49,59 vezes maior que a velocidade do som).

O Planeta Marte

Na Translação, em torno do sol, tem velocidade orbital média de 86.652 km/h (70,67 vezes maior que a velocidade do som).

Simultaneamente, em torno do seu próprio eixo, na Rotação, tem velocidade de 868,22 km/h (70,82% da velocidade do som).

O acontecimento – Fevereiro de 2021
Marco histórico

Para os lançamentos aproveitando as melhores e mais eficientes posições relativas do período, como resultado o mês de fevereiro de 2021 marcou o êxito no perfeito uso das tecnologias superiores, inovadoras e precisas, criadas e continuadamente aperfeiçoadas pela mente humana, com 3 (três) nações tendo suas espaçonaves não tripuladas se aproximando da órbita de Marte, com diferentes finalidades.

Uma da Arábia Saudita, que permanecerá em órbita, e duas outras, uma da China, que pousará proximamente, e outra dos Estados Unidos, que nesta data já pousou seu Rover na superfície de Marte, com grande sucesso, poucos minutos depois de sua chegada.

Com projetos tecnológicos mais abrangentes, complexos, avançados e ousados, em 18.02.2021 chegou à superfície de Marte o Rover Perseverance, dos Estados Unidos, tendo a bordo, para testes, o Helicóptero Ingenuity, consolidando um perfeito e maravilhoso show de precisão tecnológica.

A viagem

Inicialmente atingindo velocidade de cerca 39.600 km/h, em 30 de julho de 2020 decolou do Planeta Terra a espaçonave americana “Perseverance”, em direção à Marte.

Poucos minutos após o lançamento a nave separou do foguete, iniciando a longa etapa do voo de cruzeiro (de navegação) em direção à Marte, com velocidade média aproximada de 60.800 km/h (49,59 vezes maior que a velocidade do som).

Com as incríveis, altíssimas e diferentes velocidades de deslocamentos dos dois planetas, Terra e Marte, percorrendo diferentes planos e diversificados posicionamentos em diferentes órbitas, a astronave em viagem até Marte precisou de quase sete meses, para percorrer aproximadamente 480 milhões de quilômetros de espaço interplanetário.

A chegada e pouso

Por comandos originados na Terra, durante a navegação os engenheiros da NASA tiveram algumas oportunidades para conferir e ajustar os equipamentos de bordo e a trajetória da espaçonave. Mas, ao chegar ao destino, iniciando a entrada na atmosfera e na órbita de Marte, para iniciar a descida ao solo marciano, durante 7 minutos, identificados por eles como “7 minutos de terror”, OS ENGENHEIRO DA NASA NADA PUDERAM FAZER PARA CONSEGUIR QUALQUER ALTERAÇÃO OU CORREÇÃO, em razão de todos os comandos da NASA, na Terra, usarem 14 minutos para chegar à espaçonave, obrigando a que, durante esse tempo e percurso, da aproximação ao pouso, tenham sido completa e unicamente executados por meio dos comandos autônomos dos avançados instrumentos e equipamentos a bordo, sem interferência de comandos da Terra, até o suave pouso completo.

Aproximadamente há 130 km da superfície de Marte a nave iniciou a penetração na atmosfera marciana, ficando literalmente “sozinha” (sem os comandos da Terra), com operações e avaliações automáticas, fazendo isoladamente todas as correções necessárias para a entrada na atmosfera e órbita de Marte, logo em seguida iniciando a descida para o pouso, em velocidade de até 20.000 km/h (16,31 vezes maior que a velocidade do som), suportando em seu escudo principal 1.300 °C de temperatura. Como comparativos; a) ao nível do mar, na nossa atmosfera padrão, a água ferve à 100 °Cb) os aços inoxidáveis são fundidos (liquefeitos) com média aproximada de 1.400 °C

Aos 11 km de altura a nave abriu grande paraquedas. Alguns momentos depois liberou os escudos protetores e reduziu a velocidade de descida para 20 km/h.

Segundos depois, exatamente dentro da área previamente escolhida para o pouso da missão, mas em ponto seguro, selecionado e escolhido pelos próprios equipamentos da astronave para evitar espaços acidentados, soltou o paraquedas e liberou um foguete especial, que fez o Rover pousar suavemente na superfície marciana, com perfeito sucesso.

Agora e nos próximos anos, por meios próprios e/ou por comandos da Terra, terão início as atividades de explorações, investigações, coletas, experiências, visualizações, fotos e filmagens importantes, com os resultados enviados à Terra, aqui chegando após 14 minutos da transmissão, em média. Em vídeo “360°” examine a seguir as primeiras imagens de Marte, transmitidas pelo Rover poucos dias depois do pouso.

É ou não a execução de exemplar perfeição tecnológica?

ADIÇÃO EM 02.03.2021 – Poucos dias depois de pousado em Marte, o Rover Perseverance da NASA capturou e transmitiu imagens em 360° da Cratera de Jezero, onde pousou. No vídeo que segue, use o mouse para mover e girar as cenas, e tenha curiosa visão panorâmica daquele planeta, como se lá estivéssemos.

Observação: nem todos os navegadores suportam a visualização de vídeos 360°. O YouTube oferece suporte à reprodução perfeita em equipamentos que usam os navegadores Chrome, Firefox, Internet Explorer e Opera. Para obter a melhor experiência o link reproduz o vídeo à partir do aplicativo do YouTube (com alguns segundos para “carregar”).

Paulo Dirceu Dias
paulodias@pdias.com.br
Sorocaba – SP

Fevereiro de 2021

Livro Lições Finlandesas

Livro Lições Finlandesas – Pasi Sahlberg

Editora Eduff – 2011/2016 – 224 páginas

É leitura indispensável para professoresprincipalmente -, educadores e gestores educacionais. O considero o melhor entre os livros que li a respeito de sistemas educacionais ousados, que utilizam métodos avançados com excelentes resultados positivos comprovados.

Os comentários que seguem tiveram como principal base as minhas deduções na leitura desse importante livro, mas também em críticas e resenhas disponíveis na Internet e no próprio livro.

Adiante, neste texto, estão citados e indicados outros dois indispensáveis livros diretamente ligados ao mesmo tema, que são igualmente importantes, complementares e fartamente úteis para professores, educadores e gestores.

Pasi Sahlberg, seu autor, é finlandês, PhD em educação. Foi especialista sênior em educação na Fundação Europeia de Treinamento, diretor-geral no Ministério da Educação da Finlândia e professor visitante na Universidade de Harvard, EUA. É titular do Conselho de Educação da Open Society Foundation e membro do Conselho de Administração da Universidade de Oulu, também do International Council of Education Advisors do governo escocês. Seus livros recentes são “Hard questions on global education change”, “Empowered educators in Finland” e “FinnishED leadership: four big, inexpensive ideas to transform education”. Tem posição de destaque no Banco Mundial, onde, para a educação, desenvolveu a capacidade de compreender, interpretar e fornecer apoios sistêmicos a países da Europa Oriental, Ásia Central, África do Norte e Oriente Médio.

É importante e destacado educador e autor, tendo trabalhado como professor, pesquisador e consultor na Finlândia, e, principalmente, formador de professores. Tem estudado sistemas educacionais de várias nações, analisando políticas educacionais e feito consultorias em reformas educacionais ao redor do planeta. Vem escrevendo e discutindo intensamente sobre esses tópicos. Foi contemplado com o Grawemeyer Award in Education em 2013, por seu livro “Finnish lessons 2.0: what can the world learn from educational change in Finland”. Recebeu ainda os prêmios Education Award na Finlândia em 2012, Robert Owen Award na Escócia, em 2014, o Lego Prize de 2016 e o Rockefeller Foundation Bellagio Residente Fellowship em 2017.

Neste livro, Lições Finlandesas, Pasi Sahlberg nos lembra que um país pode, de maneira planejada e conscienciosa, construir um admirável sistema escolar. Para isso bastando prestar muita atenção às necessidades dos estudantes e, principalmente, selecionando, preparando e valorizando os educadores de modo sério e competente, no sentido de construir uma comunidade educacional que não seja somente atrativa do ponto de vista do espaço físico, mas, que propicie os prazeres de ensinar e de aprender. Com estilo vívido e inspirador, Sahlberg, um dos maiores pensadores da educação de nossa época, apresenta o novo paradigma educacional que se tornou referência a todos que intencionam melhorar e desenvolver a educação.

O autor e os dirigentes educacionais da Finlândia, como constatado nesse importante livro, transformaram o ensino e a formação de professores, principalmente, ao longo de cerca de 30 anos. Ensinam não somente a história desse esforço em reformar a escola, mas os detalhes dos importantes exemplos a respeito do que significa prover iguais oportunidades educacionais para todos.

Por meio do livro aprendemos o que significa ter um programa de preparação de professores baseado em pesquisa, e seus efeitos significativos no aprendizado dos estudantes. Também constatamos que, conforme geralmente acontece com propostas ousadas e revolucionárias, o sistema educacional finlandês, hoje consagrado como o mais eficiente do planeta, nas décadas de 1980 e 1990 foi intensamente criticado em seu próprio País, chegando à possibilidade de ser descontinuado! Com a constatação de crescimentos sólidos nos bons resultados comprovados, as pressões contrárias se reduziram no ano 2000. Em 2001, com os excelentes resultados obtidos pelos alunos finlandeses no internacional “PISA”, o sistema finlandês de educação foi definitivamente reconhecido como superior aos demais e, mantido, vem se aperfeiçoando seguidamente. Nas comparações entre os países a Finlândia é líder, e este livro mostra não apenas o porquê, mas como chegou à condição atual.

O foco dessa reforma está principalmente no programa educacional dos professores, fornecendo abrangente estrutura para todos que lecionam. Dos professores da pré-escola e primário até os do secundário, todos devem ter o título de mestre, no mínimo, e o sistema lhes proporciona tempo para estudar e praticar a Pedagogia, para aprender e para desenvolver como fazer pesquisas, e simultaneamente obter seu doutorado, com tudo pago pelo Estado. Os estudantes aprendem que pesquisar sobre ensinar é parte do que significa lecionar; um empreendimento intelectual aperfeiçoado pelas próprias questões dos professores e suas subsequentes descobertas.

Os finlandeses oferecem enorme atenção e dedicação aos programas e sistemas de ensino e educação para seus estudantes, a partir da pré-escola e até os níveis universitários, com tudo pago pelo Estado, incluindo alimentação e cuidados intensos com a saúde física e emocional, em igualdade para todos, independentemente de classes sociais com maiores ou menores recursos financeiros. Entretanto, todos os sistemas são dependentes da grande valoração e preparação dos professores, que, para atingir essa formação necessitam possuir o título de mestre, com isso adquirindo o direito a cursar doutorado, com tudo pago pelo Estado; “(…) os finlandeses continuam a considerar o magistério uma profissão nobre e prestigiosa, no mesmo patamar que as medicina, advocacia, economia, arquitetura e outras similares (…)”.

Demonstrado na imagem anterior, o estudo na Finlândia é obrigatório da pré-escola (6 anos) até o nível secundário inferior, terminado aos 16 anos. Em seguida, opcionalmente, com adesão média de 98%, os estudantes prosseguem para a Escola Secundária Superior Geral ou, em livre escolha, para a Escola Secundária Superior Vocacional, depois, também em livre escolha, seguem para a Universidade ou Faculdade Vocacional, sempre com tudo pago pelo Estado.

Os gestores educacionais se preocupam e passam a pesquisar intensamente as razões, para fazer as correções necessárias, se e quando o abandono escolar, após o encerramento do nível secundário inferior, ultrapassa os 2% e atinge 3%. Se isso acontece, entendem que algo está se desviando dos critérios e sistemas ideais, exigindo correções.

Diretamente associados e vinculados ao mesmo tema, são igualmente importantes, complementares, indispensáveis e fartamente úteis os dois livros que seguem.

Livro “As Crianças Mais Inteligentes do Mundo”,
e como elas chegaram lá”.

Livro “Made In Macaíba” – Miguel Nicolélis
A realização de projeto
inicialmente visto como utopia
.

Seguem trechos de textos “pinçados” do livro “Lições Finlandesas”. São meus os destaques em negritos e/ou grifos.

“(…) Muitos fatores contribuíram para a fama do atual sistema educacional finlandês, dentre eles o ensino abrangente de tipo universal (peruskoulu) de nove anos de educação para todas as crianças [antecedidos pela pré-escola], os currículos modernos voltados para a aprendizagem, os cuidados sistemáticos com os estudantes com diversas necessidades especiais, e os conceitos de autonomia local e reponsabilidade compartilhada. Contudo, tanto a pesquisa quanto a experiência sugerem que um dos fatores ultrapassa todos os demais; as contribuições diárias de excelentes professores. (…)”.

“(…) A experiência finlandesa demonstra que é mais importante garantir que o trabalho dos professores nas escolas seja ancorado na dignidade escolar e no respeito social, para que eles possam colocar em prática sua intenção de escolher o magistério para toda a vida. (…)”.

“(…) Com efeito, os finlandeses continuam a considerar o magistério uma profissão nobre e prestigiosa, no mesmo patamar que a medicina, a advocacia e a economia. (…)”.

“(…) a Finlândia reconhece publicamente o valor dos seus professores e implicitamente confia nos seus discernimentos e julgamentos profissionais, no que diz respeito à escolarização. (…)”.

“(…) Para sermos absolutamente francos, sem um corpo docente excelente e um sistema educacional moderno, seria impossível a Finlândia apresentar os atuais índices internacionais de desempenho educacional. (…)”.

“(…) Os professores também gozam de autonomia profissional para criar o currículo escolar, bem como seu próprio plano de trabalho em sala de aula. (…)”.

“(…) Na Finlândia, toda a educação é financiada pelo Estado e não existe qualquer escola ou universidade paga [pelos estudantes]. (…)”.

“(…) [no] ranking das profissões preferidas entre os formados no ensino secundário superior geral (…) o magistério figura continuadamente como uma das profissões mais admiradas, na frente da medicina, arquitetura e advocacia (…)”.

“(…) Portanto, tornar-se professor primário, na Finlândia, é um processo altamente competitivo. (…)”. “(…) O número total de candidatos para as cinco categorias de programas para a formação de professores gira atualmente em torno de 20 mil.”.

“(…) [como mínimo] todos os professores finlandeses devem possuir o título de mestre [inclusive para o ensino primário]. A matéria principal dos programas de formação de professores para o ensino primário é educação. (…)”.

“(…) As oito universidades finlandesas que oferecem cursos de formação de docentes possuem seus próprios currículos e estratégias para formação de professores. (…)”.

“(…) Os professores finlandeses que possuem o título de mestre têm direito a fazer doutorado [com tudo pago pelo Estado] (…)”. “(…) suas teses de doutorado terão como tema central um tópico relacionado às ciências educacionais (…)”.

“(…) O planejamento curricular é de responsabilidade dos professores das escolas dos municípios, e não do Estado. (…).

“(…) os professores são os principais avaliadores do progresso educacional e do aproveitamento escolar dos seus alunos (…).

“(…) a direção educacional nas repartições de educação está incondicionalmente nas mãos de educadores profissionais que possuam experiência no campo da educação. (…)”.

“(…) Dentro desse mosaico de sistemas europeus de formação de professores, a Finlândia apresenta três particularidades: 1 – Os indivíduos mais capazes e talentosos procuram [espontaneamente] o magistério; 2 – Existe uma íntima colaboração entre as faculdades de disciplinas específicas e as escolas de educação; 3 – A formação dos professores está alicerçada em pesquisa. (…)”.

“(…) O que torna a educação finlandesa única é o seu progresso constante, o qual evoluiu de um sistema que mal alcançava as médias internacionais, para se tornar um dos raros e fortes destaques no campo da educação pública nos dias de hoje. (…).

“(…) [a] característica comum do movimento global de reforma educacional é a crescente concentração em matérias essenciais no currículo, tais como ler, escrever e fazer contas. Os conhecimentos e as competências básicas dos estudantes em leitura, escrita e ciências naturais são elevados à posição de metas prioritárias e indicadores de reformas educacionais. (…)”.

“(…) Contrastando com essa abordagem típica do ensino e da aprendizagem, na Finlândia é elevada a confiança depositada nos professores e nos diretores de escolas, no que diz respeito à grade curricular, avaliação, organização do ensino e inspeção de trabalho escolar. (…)”.

“(…) Um dos membros do alto escalão da Nokia explanou a questão da seguinte forma: ‘Se encontrarmos um jovem que não sabe suficientemente matemática ou física para trabalhar aqui, temos colegas que podem facilmente ensinar-lhe essas coisas. Mas se pegarmos alguém que não sabe trabalhar com outras pessoas, que não sabe pensar diferente ou criar ideias originais, ou que tem medo de errar, então, não há o que possamos fazer.’ (…)”.

“(…) Desde o início da década de 1970, a resposta da Finlândia para melhorar a aprendizagem de todos os estudantes tomou como base quatro princípios estratégicos: 1) Garantir a todos iguais oportunidades de acesso a uma boa educação pública. 2) Fortalecer o profissionalismo dos docentes e a confiança depositada neles. 3) Orientar a mudança educacional por meio de abundantes informações sobre o processo de escolarização e sobre políticas de avaliação. 4) Facilitar a colaboração entre escolas, associações e grupos não governamentais através de redes para o aprimoramento das escolas. (…)”.

“(…) A peruskoulu oferece oportunidades educacionais iguais para todos. (…) Ensinar é uma profissão inspiradora que atrai muitos jovens finlandeses. (…) A Finlândia possui uma política inteligente de cobrança de resultados. (…) As pessoas confiam nas escolas. (…) O sistema de educação finlandês possui liderança sustentável e estabilidade política. (…)”.

“(..) Tanto os governos de direita quanto os de esquerda respeitaram a educação como serviço público chave para todos os cidadãos, e mantiveram a crença de que somente uma nação profunda e amplamente educada poderá ter êxito nos mercados mundiais. (…).

“(…) as políticas de formação de professores oferecem aos docentes uma educação superior, com nível de mestrado [e doutorado] paga[s] pelo governo, fornecendo mais apoio profissional ao trabalho dos professores e transformando o magistério em profissão respeitada. Enquanto não se confiar na prática dos professores e eles não forem respeitados como profissionais, será muito difícil que jovens talentosos escolham o magistério como uma carreira a ser seguida para toda a vida. (…)”.

“(…) uma escola bem-sucedida é aquela capaz de fazer com que cada indivíduo – alunos e professores – se desenvolva mais do que teria conseguido fazer por conta própria. (…)”.

“(…) O governo finlandês reconhece a relevância dos docentes e, consequentemente, investe pesadamente não só na formação e no desenvolvimento profissional dos professores, mas também em ambientes que favoreçam seu trabalho, o que faz com que o magistério atraia e retenha pessoas talentosas. (…)”.

“(…) O jeito finlandês é atender às necessidades de cada criança com arranjos flexíveis e diferentes caminhos de aprendizagem. A tecnologia não é um substituto, porém meramente uma ferramenta para completar a interação com professores e os demais estudantes. (…)”.

x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x

Até a metade do século XX a Finlândia estava entre as nações mais pobres do planeta, com enormes dificuldades em tudo! Acreditando no potencial e força da educação, os dirigentes e gestores da nação iniciaram planejamentos e propostas ousadas para seu aprimoramento, com maior intensidade nos anos 1963 e seguintes, conseguindo aprovações e iniciando as aplicações práticas em 1967, com foco principal na valorização profissional dos professores. SÓ GANHARAM COM ISSO.

Nas avaliações da ONU e outros órgãos internacionais, nos últimos tempos a Finlândia é classificada conforme segue.

    • Na educação, é a sexta colocada.
    • Na inovação, a quarta colocada.
    • Em competitividade, quarta colocada.
    • Como nação menos corrupta do planeta, é a terceira colocada.
    • No índice mundial da Justiça, quarta colocada.
    • Na melhor qualidade da democracia, quarta colocada.
    • É um dos países mais igualitários do mundo.
    • É o sexto país mais feliz do planeta.

No PISA – Programa Internacional de Avaliação de Alunos (Programme for International Student Assessment), que avalia o desempenho dos estudantes em leitura, matemática e ciências, os alunos finlandeses sempre estão entre os primeiros, juntamente com estudantes de outras nações que se espelharam no sistema educacional finlandês, e também venceram!

A Finlândia tem hoje o melhor sistema educacional do planeta. Em apenas 06m38s, assista ao vídeo com mais detalhes.

 

Paulo Dirceu Dias
paulodias@pdias.com.br
Sorocaba – SP
Fevereiro de 2021

Livro O Maior de Todos os Mistérios

Livro O Maior de Todos os Mistérios

Giselda Laporta Nicolelis e Miguel Nicolelis

Editora Claro Enigma – 2013 – 112 páginas

Nascida em São Paulo, capital, Giselda Laporta Nicolelis é jornalista e escritora com mais de 100 (cem) títulos publicados, de literatura infanto-juvenil, principalmente, ficção, poesia e ensaios. Foi contemplada com inúmeros prêmios literários. É mãe do neurocientista Miguel Nicolelis, que com ela participou da edição deste livro.

Miguel Nicolelis também natural de São Paulo capital, cursou medicina e doutorado na Universidade de São Paulo – USP, concluindo pós-doutorado na Hahnemann University da Filadélfia, EUA. Em 1994 foi trabalhar na Duke University, EUA, onde é professor nos departamentos de neurobiologia, engenharia biomédica e psicologia. Na mesma Duke University, em 2001 fundou o Centro de Neuro-Engenharia da Duke, que dirige até hoje. É membro das Academias de Ciências Brasileira, Francesa e do Vaticano, e detentor de mais de 30 prêmios internacionais. Foi o idealizador e executor do programa científico “Interface Cérebro-Máquina”. Seu livro “Muito além do nosso eu” foi traduzido para 10 (dez) idiomas. O considerando como ícone da neurociência, conceituadas revistas científicas – como a Scientific American e a Foreign Policy – o elegeram um dos mais importantes cientistas e pensadores do planeta. Mudando nossas vidas por meio da evolução da nova neurociência, que une atividades de cérebros e máquinas, entre muitos outros benefícios ao ser humano seus trabalhos, investigações e pesquisas estão conseguindo fazer com que paraplégicos voltem a andar, utilizando exoesqueletos comandados pela força do pensamento.

Por meio da leitura desse pequeno livro – gigante no atingimento de sua finalidade -, com grata satisfação e grande facilidade, adultos, jovens e crianças conhecerão e entenderão perfeitamente os antes chamados “mistérios do cérebro humano”, e os grandes avanços científicos recentes, em leitura deliciosamente fácil e elucidativa, também carinhosamente lúdica em toda sua extensão.

Iniciando com criativas, simples e rápidas descrições do surgimento do universo, por meio do “Big Bang” e, da mesma forma, lúdica, resumidamente descrevendo alguns fatos históricos importantes, essa deliciosa viagem pelo conhecimento do cérebro humano, e pelas importantes descobertas da atual neurociência, esclarece as razões de hoje podermos acreditar que antigas e ousadas criações da ficção científica estão se tornando realidade, com pessoas e máquinas se conectando à distância, mesmo enormes, usando apenas o cérebro, além de também controlar aparelhos apenas com a força do pensamento, com a nova neurociência avançando além de fronteiras antes consideradas intransponíveis, na atualidade por meio da Interface Cérebro Máquina – ICM. Nesse livro tudo é explicado de forma resumida, agradável e de facílima compreensão, para todas as idades, mesmo crianças!

É leitura instrutiva e gratificante!

OBSERVAÇÕES NECESSÁRIAS – Sem que comprometam o conteúdo, são necessários esclarecimentos sobre duas citações equivocadas nessa edição, conforme seguem.

1) No capítulo “Vai com tudo menina”, página 57, de forma abreviada é corretamente citada a importantíssima e vitoriosa experiência realizada na Universidade Duke, EUA, com a participação voluntária da Senhora Aurora, auxiliar integrante da equipe de cientistas, acontecimento descrito com detalhes por Miguel Nicolelis em seus livros “O verdadeiro criador de tudo” e “Made In Macaíba”. Entretanto, em capítulos seguintes, ao abreviar relatos de outras exitosas experiências realizadas com símios, o macho “Mando” e a fêmea “Idoya”, também detalhadas por Nicolelis em seus livros, equivocadamente os textos transmitem o entendimento de que Aurora também é uma fêmea símia, o que não é fato.

2) Na página 73, no capítulo “Nem o céu é o limite”, descrevem importantes comparações entre iniciativas, ações, ousadias e invenções de grande sucesso nos desenvolvimentos científicos, com as realizações do brasileiro Alberto Santos Dumont. Entretanto, se equivocam ao comparar seus feitos aéreos com a realização dos americanos irmãos Wright, citando “o voo controlado do mais leve que o ar”, realizado com o balão dirigível “Brasil 6” de Santos Dumont, e “o voo planado sem controle do mais pesado que o ar”, dos irmãos Wright, iniciado por impulsão de uma catapulta, omitindo a comparação correta “do voo controlado do mais pesado que o ar” do brasileiro, realizado com seu avião XIV BIS. Os detalhes sobre os acontecimentos, autorias e merecimentos corretos desses fatos podem ser apreciados na matéria “Santos Dumont ou Irmãos Wright?”.

Paulo Dirceu Dias
paulodias@pdias.com.br
Sorocaba – SP
Janeiro de 2021

Livro Made In Macaíba Miguel Nicolelis

Livro Made In Macaíba – Miguel Nicolelis

Editora Crítica Brasil – 2016 – 312 páginas

Leitura importante, principalmente
para educadores e gestores educacionais

Miguel Nicolelis nasceu na São Paulo capital. Cursou medicina e doutorado na Universidade de São Paulo – USP, concluindo pós-doutorado na Hahnemann University da Filadélfia, EUA. Em 1994 foi trabalhar na Duke University, EUA, onde é professor nos departamentos de neurobiologia, engenharia biomédica e psicologia. Na mesma Duke University, em 2001 fundou o Centro de Neuro-Engenharia da Duke, que dirige até hoje. É membro das Academias de Ciências Brasileira, Francesa e do Vaticano, e detentor de mais de 30 prêmios internacionais. Foi o idealizador e executor do programa científico “Interface Cérebro-Máquina”. Seu livro anterior, “Muito além do nosso eu”, foi traduzido para 10 (dez) idiomas. O considerando como ícone da neurociência, conceituadas revistas científicas – como a Scientific American e a Foreign Policy – o elegeram um dos mais importantes cientistas e pensadores do planeta. Mudando nossas vidas por meio da evolução da nova neurociência, que une atividades de cérebros e máquinas, entre muitos outros benefícios ao ser humano seus trabalhos, investigações e pesquisas estão conseguindo fazer com que paraplégicos voltem a andar, utilizando exoesqueletos comandados pela força do pensamento.

A leitura do livro “Made In Macaíba” é diversificada e fascinante! Descreve a realização de ousado e importante projeto, inicialmente considerado uma utopia científica, que Nicolelis conseguiu transformar em realidade. A construção, implantação e desenvolvimento de um centro de pesquisas, estudos e ensinos científicos, que proporcionam a integração da neurociência com a engenharia biomédica, em um centro de referência científica mundial mantido no município de Macaíba, RGN, foi realizado enfrentando imensas dificuldades com burocracias, descrenças, buscas de recursos, tentativas de manipulação e, até mesmo ameaça de morte, por não ceder à ilegalidades, quando por telefonema o alertaram que “(…) uma bala já tinha o seu nome”. Por suas ousadas intenções de inovações foi fortemente criticado a partir de 2003, quando retornou ao Brasil propondo e decidido a fazer ciência fora do eixo São Paulo, Rio e Minas Gerais, e, com a ciência inovadora, amparar e ensinar às crianças e jovens de uma das áreas mais pobres do Nordeste Brasileiro; Macaíba no RGN. Ele próprio dizia estar diante de uma utopia.

O livro exibe em detalhes a história da criação de um centro científico-social no antigo império dos Tapuias, no RGN. É uma lição de vida e de intenso empreendedorismo de pessoas que realmente acreditam no Brasil! Vencendo inúmeros obstáculos, Nicolelis e suas eficientes equipes construíram e mantém produtivamente ativo o atual Campus do Cérebro, atualmente identificado como Instituto Internacional de Neurociências de Natal Edmond e Lily Safra – IINN-ELS, que está mudando o cenário de uma grande comunidade carente, incentivando e acolhendo milhares de crianças e jovens, desde a tenra idade até os níveis universitários, para estudar praticando a ciência, acreditando e constatando que as oportunidades existem para todos, ao menos quando envolvidos com aquele projeto.

Além de descrever minuciosamente a atribulada e vitoriosa aventura na realização de seu sonho, a criação de avançado e moderníssimo instituto de pesquisas e ensino científico, envolvendo principalmente avançado sistema de ensino para crianças e jovens, hoje transformado em realidade de grande sucesso, o livro é também uma deliciosa experiência de recordações e/ou novas absorções, navegando por ricos conhecimentos históricos, ao relatar com detalhes a vida e as aventuras acontecidas no norte e nordeste brasileiro, desde a chegada dos primeiros colonizadores, com as invasões de portugueses, holandeses e franceses, todos guerreando pela posse e controle de importantes regiões do Rio Grande do Norte, e as consequências na sequência do tempo, passando pela grande presença militar dos EUA naquela região, com milhares de homens, centenas de veículos e principalmente de aeronaves bélicas, antes e durante a segunda guerra mundial, chegando até tempos recentes, com as disputas econômicas e políticas do poder, travadas pelas tradicionais famílias da região, no RGN, estado do pequeno município de Macaíba, escolhido por Nicolelis para implantar com sucesso o seu Campus do Cérebro! Com novo, ousado e revolucionário projeto, envolvendo principalmente a educação eficiente e inovadora de longo prazo, por meio de ensino científico avançado e ricamente produtivo, descrevendo seus métodos e resultados alcançados, ele avalia também os sistemas educacionais adotados no Brasil e em outros países, apontando e esclarecendo as razões de fracassos e de sucessos, com fortes argumentos e exemplos práticos amplamente testados e realizados com êxito por ele e suas equipes.

Apontando detalhes, descreve e identifica suas atribuladas aventuras, desventuras, incentivos e desestímulos, e as importantes colaborações e contribuições recebidas, que viabilizaram seus planos, evitando o abandono forçado dos seus projetos, além de também contar e denunciar as inúmeras e graves dificuldades que enfrentou, impostas até mesmo por autoridades políticas e por burocráticos dirigentes da prefeitura da cidade, que invariavelmente impuseram barreiras imensas para as viabilizações necessárias – geralmente não conseguidas – nas necessidades para implantar o projeto que mudaria o cenário da enorme comunidade carente local, incentivando e recebendo milhares de crianças para estudar por meio do desenvolvimento de trabalhos científicos, permitindo acreditar que boas oportunidades existem para todos, por meio da aplicação da ciência inovadora como agente de transformação social, em regiões com baixo desenvolvimento humano.

Com a criação do Instituto Internacional de Neurociências de Natal, as mães da região são convidadas, recebidas, assistidas e amparadas desde o pré-natal, com seus filhos tendo tratamentos especializados e vagas garantidas em berçários, depois tendo direito a estudar nas escolas do programa, em tempo integral, incluindo alimentação e assistência médica para a saúde, inclusive com exames e tratamentos pré-natal, seguidos de acompanhamentos das crianças desde a tenra infância até a formação universitária. Vencendo todos os obstáculos que se geralmente se mostravam praticamente intransponíveis, colecionou vitórias. Hoje milhares de alunos frequentam três modernas e bem equipadas escolas fundadas pelo projeto, uma em Macaíba, uma em Natal e outra em Serrinha, na Bahia, todas observando o lemaEducação Para Toda a Vida”, com seus projetos de educação cidadã, usando intensamente a ciência avançada e inovadora como agente de transformação social, contando com alunos que participam entusiasticamente do projeto, em realidade de enorme sucesso nacional e internacional.

Seguem alguns importantes trechos de textos “pinçados” na deliciosa leitura do livro; “(…) na qual os estudantes podem focar em aprender como saber, criar e sustentar a sua curiosidade natural. O medo de aprender pelo método de falhar, de ser ridicularizado pelos pares, não existe (…)” – “(…) onde os professores são considerados não meros funcionários públicos, mas sim verdadeiros arautos da transmissão da cultura (…)” – “(…) O sucesso se materializará organicamente, através do processo de busca incessante da felicidade dos alunos (…)” – “(…) Laboratórios de biologia, química e física se juntam a oficinas de robótica, computação, ciência e tecnologia, para oferecer aos nossos alunos uma experiência eminentemente lúdica e prática de ‘aprender fazendo ciência’ (…)” – “(…) Em pouco tempo, crianças que jamais ousaram olhar diretamente nos olhos de um professor, ou fazer uma pergunta em sala de aula, começaram a emitir suas opiniões, olhando de frente para seus mentores, buscando, por prazer e obstinação, suprir toda aquela sede por aprender que existe, latente, dentro de cada um de nós desde os primeiros segundos de vida (…)” – “(…) Alunos e professores comungam da mesma filosofia, de que aprender é uma aventura sem fim, para toda a vida (…)” – “(…) Só através de um pacto como esse é possível criar um ambiente de aprendizado constante, onde a criatividade, a audácia e a inovação passam a ser praticadas cotidianamente, quase sem ninguém notar (…)” – “(…) Inovação científica é assim mesmo: depois que você solta o bicho, ninguém pode prever onde é que ele vai aparecer para mudar a vida da gente (…)” – “(…) demonstra, categoricamente, que por detrás do sorriso dos nossos alunos materializou-se um sentimento profundo e perene de apreço para com a grande aventura do aprender para toda a vida (…)” – “(…) Como todo neurocientista sabe, o período pré-natal é essencial para a boa formação do cérebro humano. Dessa forma, qualquer problema que ocorra com a mãe durante esse período pode afetar de forma irreversível o desenvolvimento do cérebro do feto, reduzindo de forma dramática o potencial neurobiológico e comprometendo as chances de essa criança atingir a felicidade plena (…).”.

Também ousadamente, nos capítulos finais Nicolelis propõem a continuidade, ampliação, distribuição e implantação dos seus projetos científicos e educacionais por todo o território nacional brasileiro. Para isso, por meio de 15 (quinze) metas por ele detalhadas, descreve seu modo de ver e de executar mais um importante planejamento científico.

Sem qualquer dúvida; é riquíssima a leitura do livro!

Para conhecer mais detalhes antes da leitura do livro, você pode pesquisar sobre itens relacionados ao IINN-ELS:

    • Noções de neurociências e neuroengenharia, com interfaces cérebro-máquina e neuromodulação.
    • Instituto Santos Dumont.
    • Instituto de Neuroengenharia.
    • Instituto do Cérebro Macaíba.
    • Neuroengenharia.
    • Associação Internacional de Neurociência.

Paulo Dirceu Dias
paulodias@pdias.com.br
Sorocaba – SP
Janeiro de 2021

Embraer O Voo do Impossivel

EMBRAER – “O VOO DO IMPOSSÍVEL” = No final do texto que segue está disponível um vídeo criado pela EMBRAER, homenageando o brasileiro Coronel e Engenheiro Aeronáutico Ozires Silva que, com equipe de engenheiros do ITA, por ele selecionada, criada e liderada, proporcionou o desbravador início que permitiu a criação da EMBRAER e o atual sucesso planetário dessa nossa gloriosa empresa aeronáutica.

Ozires Silva nasceu em Bauru, SP, em 08.12.1931. Ingressou na Aeronáutica, onde chegou à patente de General, se formando engenheiro aeronáutico no ITA – Instituto Tecnológico de Aeronáutica. Com ideias arrojadas, planejava construir avião nacional bimotor, de médio porte. Para isso selecionou e liderou equipe de engenheiros também formados no ITA, para juntos realizarem seu ousado planejamento. Foi essa iniciativa que em seguida resultou na criação da EMBRAER, em São José dos Campos, SP, da qual Ozires foi o principal fundador e primeiro presidente.

O autor de sua biografia, engenheiro Decio Fischetti, declara que; “Por sua contribuição no desenvolvimento da indústria aeronáutica brasileira, Ozires Silva faz parte da Santíssima Trindade da Aeronáutica brasileira, juntamente com Santos Dumont e o brigadeiro Casimiro Montenegro Filho, criador do ITA. Acrescenta que, entre suas múltiplas atividades, ele também foi ministro da Infraestrutura e ministro das Comunicações do Brasil, presidente da Petrobras e da Varig – em seus bons tempos -, além de Reitor da Faculdade Unimonte, Chanceler da Universidade São Judas e Presidente do Conselho de Inovação da Ânima Educação.

Corajosa e pioneiramente iniciando a produção industrial de aviões no Brasil, ele criou e liderou a equipe que executou seu projeto, construindo o avião bimotor Bandeirante, que conseguiu grande sucesso nacional e internacional. Simultaneamente liderou o grupo que criou a EMBRAER, com grande sucesso. Em 1994 participou ativamente do processo de privatização da empresa, dessa forma intensificando o seu progresso, aperfeiçoamento e enorme crescimento, com fortíssima penetração no concorrido comércio mundial de médias e grandes aeronaves a jato, hoje estando na terceira posição entre as maiores e mais eficientes empresas aeroespaciais do planeta.

Em 08.12.2021, quando completou 90 anos de idade, em sua homenagem a EMBRAER lançou um curta-metragem de animação, com 14m36s, contando sua história. Clique para assistir: “O Voo do Impossível”.

Paulo Dirceu Dias
paulodias@pdias.com.br
Sorocaba – SP
Janeiro de 2021

Livro Muito Além do Nosso Eu

Livro “Muito Além do Nosso Eu”

Miguel Nicolelis – Editora Planeta do Brasil – 2011/2017 – 496 páginas.

Leitura excelente! Imperdível! Detalhados estudos e comprovações científicas dos progressos e evoluções nas últimas muitas dezenas de anos e da atualidade, e as antevisões dos progressos futuros no conhecimento, uso e desenvolvimento do cérebro humano, por meio da interface cérebro-máquina-cérebro e uma futura “brainet”.

Resenha da Editora Planeta

“Andar, escrever e se comunicar só através da força do pensamento. Aquilo que era encarado como ficção científica, no século XXI está se tornando uma realidade. Um dos principais exponentes do estudo e da realização dessa interface cérebro-máquina é o neurocientista brasileiro Miguel Nicolelis.

Eleito por revistas, como a Scientific American e a Foreign Policy, como um dos mais importantes cientistas e pensadores do mundo, ele está conseguindo fazer com que paraplégicos voltem a andar e consigam chutar uma bola por meio da força do pensamento. A base de seu estudo está descrito no best-seller “Muito além do nosso eu”, a nova neurociência que une cérebro e máquinas, e como ela pode mudar nossas vidas.

Considerado o melhor livro de ciências em 2008, quando foi originalmente publicado, ganha uma nova e atualizada edição. Nele, Nicolelis detalha como o cérebro cria o pensamento e explica por que aposta que o culto ao corpo será substituído pelo culto ao cérebro.

Recheado de gráficos e fotos, o livro aponta para os avanços nas pesquisas em neurociências que estão revolucionando o mundo, que mudarão para melhor o modo como vivemos. ‘Sentado na varanda de sua casa de praia, você um dia poderá conversar com uma multidão, fisicamente localizada em qualquer parte do planeta, por meio de uma nova versão da internet (a ‘brainet’), sem a necessidade de digitar ou pronunciar uma única palavra. Nenhuma contração muscular envolvida. Somente por meio do seu pensamento’, diz Nicolelis.”

Paulo Dirceu Dias
paulodias@pdias.com.br
Sorocaba – SP
Dezembro de 2020

Livro Minuto de Silêncio Deda Benette

Livro Minuto de Silêncio – Deda Benette

Histórias de quem já morreu. Para inspirar a vida.

Jornalismo Literário – 2020 – 192 páginas. Mireveja Editora – www.editoramireveja.com, (14) 3245.6571.

Orelha da capa: “Este é um livro que, aparentemente, trata da morte. É, na verdade, um exemplo da importância do obituário, gênero jornalístico que conquistou as páginas dos diários de vários países.

Incluindo o Brasil, Minuto de Silêncio carrega esse legado, reunindo textos publicados por Deda Benette em seu blog, O Deda Questão, [http://odedaquestao.com.br/] entre 2014 e 2020. Neles, o autor homenageia pessoas que atravessaram sua vida direta ou indiretamente – garçons, professor, políticos, artistas, médicos, motoristas. Com ares de cronista, fala de gente comum e de gente famosa, como Miúcha, Carlos Heitor Cony, Fidel Castro, Aldir Blanc. Boa parte dos personagens, vale dizer, nasceu ou viveu na cidade de Sorocaba, no interior de São Paulo, onde Deda Benette atua no jornalismo há mais de três décadas. E aí está a beleza dos obituários (e deste livro) : ao revelarem o ser humano a partir de um ponto comum, a morte, rompem barreiras geográficas e sociais, perpetuando histórias da vida.”

Orelha da contracapa: “Deda Benette é jornalista e criador do projeto O Deda Questão, que deu origem a um programa de rádio e de televisão e se transformou em um blog com mais de um milhão de acessos.

É mestre em Comunicação e Semiótica, professor e consultor, além de ter sido o primeiro secretário da Cultura da cidade de Sorocaba.

É também autor do livro Em branco não sai: um olhar semiótico sobre o jornal impresso diário, lançado em 2002.”

Paulo Dirceu Dias
paulodias@pdias.com.br
Sorocaba – SP
Dezembro de 2020

Livro Tormenta O governo Bolsonaro, crises, intrigas e segredos

Livro “Tormenta – O governo Bolsonaro: crises, intrigas e segredos”

Editora Companhia das Letras, Brasil, 2020, 267 páginas.

Ótima e imperdível leitura para quem acompanha a política, os políticos e suas realizações, aventuras, segredos, conluios, “politicagens” e muito mais!

No seu recente livro “Tormenta – O governo Bolsonaro: crises, intrigas e segredos” -, lançado nacionalmente há poucos dias, a excelente Thaís Oyama, além de ótima escritora, se mostra competente, séria e, principalmente, imparcial.

Ela conta, relata, detalha e confidencia fatos, acontecimentos, acertos e erros, sem criticar, sem realizar e/ou direcionar avaliações! Transfere essa responsabilidade para o leitor avaliar, deduzir e concluir.

Thaís Oyama nasceu em Mogi das Cruzes, SP. Foi repórter, editora e redatora chefe da revista Veja, com passagens pela sucursal de Brasília da TV Globo, pelos jornais Folha de São Paulo, O Estado de São Paulo e outros veículos da mídia. É também autora do livro “A Arte de Entrevistar Bem”, Editora Contesto, 2008.

“Tormenta” é belíssimo e detalhado “retrato” da vida política, carreira e “bastidores” do Presidente Bolsonaro, e de todos que o cercam, ajudam, bajulam, criticam e atrapalham!

Não tenha dúvidas, é ótima leitura!

Paulo Dirceu Dias
paulodias@pdias.com.br
Sorocaba – SP

Janeiro/2020

 

A Escola Voltada Para o Futuro

Em prol das nossas crianças, dos nossos jovens, das nossas escolas e, principalmente, dos nossos professores, todos criminosamente cada vez mais ignorados pelo “poder público”, que vem se aprofundando no lodaçal da ignorância dos “líderes” alçados ao “poder”!

NO FINAL DESTE TEXTO conheça mais um breve vídeo, de apenas 19m36s, com matéria que merece ser considerada com atenção e carinho, por famílias, professores, diretores, gestores educacionais e, principalmente, pelos gestores públicos da nossa “Educação”;A escola voltada para o futuro”!

O programa “Educação do Futuro”, do “Globonews em Movimento”, inicia utilizando Singapura como exemplo, mas também mostra algumas escolas e empresas brasileiras, americanas, africanas e outras, que estão “se mexendo” e trilhando com êxito caminhos desafiadores, para atingir metas mais modernas, inclusive tecnológicas. Uma das escolas exibidas seria inacessível para a quase totalidade dos brasileiros, mas, pode servir como exemplo e orientação para nossos gestores públicos, que, mais que todos, precisam “se mexer” em busca da eficiência, da excelência!

Em interessante trecho citam Mianmar, décimo primeiro país mais pobre do mundo (70% das escolas não tem eletricidade disponível), que é ótimo exemplo na preparação de professores, com sistema educacional completo e amplo.

Outro trecho cita Joanesburgo, na África do Sul, que, em parceria com a iniciativa privada, sem contar com verbas públicas, criou vitorioso e eficiente programa dirigido às crianças e jovens carentes, originadas em espaços similares às nossas favelas e nossas zonas rurais, conseguindo que, em 15 anos, 95% à 100% dos alunos saiam da escola com ótima qualidade educacional e emprego formalizado!

Lembremos que Singapura, que fez parte da Malásia e foi colônia Britânica no pós-guerra, só conquistou sua independência, como “Cidade Estado”, em 1965, portanto, há pouco mais de 50 anos, quando optou pelo crescimento e desenvolvimento rápido e seguro investindo maciçamente em educação (Ironicamente; faz lembrar o nosso Brasil, “independente” desde 1822, portanto, com quase 200 anos?).

Em Singapura os gestores educacionais focaram no aperfeiçoamento do sistema educacional, valorizando os alunos e, principalmente, os professores, que mereceram a criação de 12 (doze) Institutos Nacionais de Educação, especializados na formação e aperfeiçoamento dos professores, em 12 diferentes especializações. Aprendem a valorizar os alunos e os direcionar à serem “protagonistas de suas próprias vidas”, focando nas modernas orientações do PISA – Programa Internacional de Avaliação de Alunos. Com resultados relativamente rápidos, em poucas gerações, seus estudantes se destacam na participação do mundial PISA – Programa Internacional de Avaliação de Alunos.

O PISA – Programa Internacional de Avaliação de Alunos, organização internacional com sede na França, mantém rede mundial de avaliação de desempenho escolar, com aplicações realizadas pela primeira vez em 2000 e repetidas a cada três anos. É coordenado pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico, visando a melhora das políticas e resultados educacionais, à cada três anos avaliando 540.000 estudantes de 72 países.

As avaliações do PISA privilegiam; leitura, matemática, ciências, pensamento crítico e criativo e o entendimento e interpretações de textos e questões. Nas avaliações de 2015/2016 os resultados finais foram;

1º) Singapura
2º) Hong Kong
3º) Japão
4º) Macau
5º) Estônia
(…)
63º) Brasil

Conhecer a reportagem nos leva à considerações e indagações importantes, como; o que precisamos fazer no Brasil, para valorizarmos as nossas crianças, os jovens e os estudantes em geral, e os nossos professores? Certamente a matéria “nos sacode”! Segue o vídeo.

OBSERVAÇÃO: o vídeo inicialmente selecionado não está mais disponível na Web. Mas, muitos deles, sob o mesma tema, “a educação em Singapura”, podem ser apreciados sob o link; https://www.youtube.com/results?search_query=Escola+em+Singapura

Conheça também:

O sistema educacional na Finlândia:
23m03s de vídeo que “valem ouro”!

Paulo Dirceu Dias
paulodias@pdias.com.br
Sorocaba – SP

Agosto de 2019

Filmes Preferidos de Paulo Dirceu Dias

Filmes Preferidos de PDD

Segue listagem indicando bom número de filmes por mim preferidos  – ou rejeitados – que consegui recordar e novamente assistir! Já somam 621. Certamente outros serão depois lembrados, e incorporados!

As informações sobre cada um deles estão exibidas nas páginas abertas pelos respectivos links de cada título, para isso utilizando os detalhes do site “Adoro Cinema” (http://www.adorocinema.com/), que é ótimo para oferecer sinopses e informações gerais sobre filmes, em boa quantidade com exibição dos trailers (sempre precedidos por incontornáveis propagandas), e em outros, minoria, possibilitando assistir aos filmes por meio de links apropriados, mediante aluguel, na opção de uso de um dos streamings comerciais disponíveis no Brasil. Quando o “Adoro Cinema” não tem o filme – são poucos -, outro site é aberto com informações similares.

Para assistir, entre outros fornecedores os filmes também podem ser encontrados – “nem sempre” – nos sistemas de locações comerciais, a exemplo dos; Prime Vídeo da Amazon, NetflixTelecineNow da Claro/NET e outros similares. Outras opções podem ser aquisições em lojas virtuais, como; “Amazon“, “Americanas“, “Submarino“, “Saraiva“, “Extra“, “Fnac“, e outras similares.

GRUPOS (******) = A ordem quantitativa de “asteriscos” vermelhos indicam os filmes especialmente – ou razoavelmente – preferidos ou rejeitados por mim, segundo meu gosto e preferência, que podem estar influenciados emocionalmente, ou por eventual momento específico.

(******) = “Filmaço”
(*****) = Excelente
(****) = Muito bom
(***) = Bom
(**) = Aceitável, talvez nem isso!
(*) = Horrível!

MEUS FILMES PREFERIDOS.

GRUPO (******) = “Filmaço”

Sociedade dos Poetas Mortos
(EUA 1990) – (******)

Encontro Marcado (EUA 1998) – (******)

Lendas da Paixão (EUA 1995) – (******)

Advogado do Diabo (EUA 1998)- (******)

Beleza Americana (EUA 2000) – (******)

Perfume de Mulher (EUA 1992) – (******)

Avatar (EUA 2009) – (******)

Cabaret (EUA 1972) – (******)

 Um Crime de Mestre
(EUA e Alemanha 2007) – (******)

O Nome da Rosa
(França, Itália e Alemanha 1986) – (******)

Sobre Meninos e Lobos (EUA 2003) – (******)

 O Caçador de Pipas (EUA 2007) – (******)

As duas Faces de
Um Crime (EUA 1996) – (******)

Era Uma Vez na América (EUA 1984) – (******)

Spotlight – Segredos
Revelados (EUA 2016) – (******)

Questão de Honra (EUA 1992) – (******)

Palmeiras na Neve (Espanha 2015) – (******)

Dois Papas (EUA, Inglaterra,
Itália e Argentina) – (******)

Estrelas Além do Tempo (EUA 2016) – (******)

A Onda (Alemanha 2009) – (******)

O Poderoso Chefão (EUA 1972) – (******)

O Poderoso Chefão II (EUA 1974) – (******)

Cabo do Medo (EUA 1992) – (******)

Melhor é Impossível (EUA 1998) – (******)

Amistad (EUA 1997) – (******)

Tomates Verdes Fritos (EUA 1991) – (******)

Tempo de Despertar (EUA 1990) – (******)

Gênio Indomável (EUA 1998) – (******)

A Culpa é das Estrelas (EUA 2014) – (******)

O Informante (EUA 2000) – (******)

Julgamento em Nuremberg
(EUA 1961) (******)

GRUPO (*****) = Excelente

Rocketman – A História de Elton
John (Reino Unido 2019) – (
*****)

Bohemian Rhapsody – A História
de Freddie Mercury (EUA 2018) – (*****)

O Quatrilho (Brasil 1995) – (*****)

A Vida é Bela (Itália 1999) – (*****)

A Era do Gelo (EUA 2002)  – (*****)

O Rei Leão (EUA 2011) – (*****)

 As Pontes de Madson (EUA 1995) – (*****)

A Cor Púrpura (EUA 1986) – (*****)

Cidade de Deus (Brasil 2002) – (*****)

O Segredo de Brokeback
Mountain (EUA 2006) – (*****)

A Menina que Roubava Livros
(EUA e Alemanha 2014) – (*****)

O Destemido Senhor da
Guerra (EUA 1986) – (*****)

 Poder Absoluto (EUA 1997) – (*****)

The Post – A Guerra
Secreta (EUA 2018) – (*****)

Todos os Homens do Presidente
(Watergate – EUA 1972) – (*****)

O Irlandês (EUA 2019) – (*****)

Parasita (Coréia do Sul 2019) – (*****)

Histórias Cruzadas
(EUA, Índia, Arábia – 2012) – (*****)

A Ponte do Rio Kway
(EUA e Inglaterra 1967) – (*****)

Chinatown (EUA 1974) – (*****)

Seven – Os Sete Crimes Capitais
(EUA 1995) – (*****)

O Franco Atirador (The Gunman)
– (França, Espanha e Inglaterra 2015) – (*****)

Os Bons Companheiros (EUA 1990) – (*****)

Fogo Contra Fogo (EUA 1996) – (*****)

As Duas Faces da Lei (EUA 2008) – (*****)

Os Últimos Passos de um Homem
(Inglaterra e EUA 1996) – (*****)

Kramer vs. Kramer (EUA 1969) – (*****)

K-PAX – O Caminho da Luz
(EUA 2001) – (*****)

Pecados de Guerra (EUA 1989) – (*****)

O Dossiê Pelicano (EUA 1993) – (*****)

Colateral (EUA 2004) – (*****)

Horas de Desespero (EUA 1991) – (*****)

O Júri (EUA 2003) – (*****)

Os Intocáveis (EUA 1987) – (*****)

Lincoln EUA 2012) – (*****)

Prenda-me se For Capaz (EUA 2002) – (*****)

Sully: O Herói do Rio Hudson (EUA 2016) – (*****)

O Voo (EUA 2012) – (*****)

O Colecionador de Ossos (EUA 1999) – (*****)

Antes de Partir (EUA 2007) – (*****)

A Soma de Todos os Medos (EUA 2002) – (*****)

A Firma (EUA 1993) – (*****)

Os Outros (França, EUA, Itália e Espanha 2001)

A Intérprete (EUA e Reino Unido 2005) – (*****)

Instinto Selvagem (EUA 1992) – (*****)

Jogos do Poder (EUA 2007) – (*****)

Era Uma vez em Hollywood
(EUA 2019) – (*****)

Que Horas Ela Volta (Brasil 2015) – (*****)

Uma História Americana (EUA 1990 – (*****)

O Quarto de Jack (Canadá, Irlanda,
EUA, Reino Unido 2015) – (*****)

A Árvore da Vida (EUA 2011) – (*****)

Lobo (EUA 1994) – (*****)

Adivinhe Quem Vem para Jantar
(EUA 1967) – (*****)

Atração Fatal (EUA 1987) – (*****)

Ausência de Malícia (EUA 1981) – (*****)

Tempo de Matar (EUA 1996) – (*****)

Um Estranho no Ninho (EUA 1976) – (*****)

Ford vs Ferrari (EUA 2019) – (*****)

Jogo de Poder (Emirados Árabes
e EUA 2011) – (*****)

Revelações (França, Alemanha
e EUA 2003) – (*****)

Lawrence da Arábia
(Reino Unido e EUA 1963) – (*****)

Intocáveis (França 2012) – (*****)

O Silêncio dos Inocentes (EUA 1991) – (*****)

Assim Caminha a Humanidade
(EUA 1956) – (*****)

Coringa (EUA e Canadá 2019) – (*****)

Milagre na cela 7 (Turquia 2019) – (*****)

Sicario Terra de Ninguém (EUA 2015) – (*****)

Sicário: Dia do Soldado (EUA 2018) – (*****)

Jojo Rabbit (EUA 2020) – (*****)

Scarface (EUA 1984) – (*****)

Sniper Americano (EUA 2015) – (*****)

Oblivion (EUA 2013) – (*****)

Dr. Jivago (EUA 1965) – (*****)

Truque de Mestre (EUA e França 2013) – (*****)

Ponte dos Espiões
(EUA, Alemanha, Índia 2015) – (*****)

Cotton Club (EUA 1994) – (*****)

O Guarda Costas (EUA 1992) – (*****)

Amélia (EUA 2009) – (*****)

O Chacal (EUA 1997) – (*****)

Em Algum Lugar do Passado (EUA 1981) – (*****)

Codinome Cassius 7 (EUA 2011) – (*****)

Menina de Ouro (EUA 2005) – (*****)

O Ritual (EUA, Hungria e Itália 2011) – (*****)

O Lobisomem (EUA 2010) – (*****)

O Gênio e o Louco (EUA 2019) – (*****)

A Caçada ao Outubro Vermelho
(EUA 1990) – (*****)

O Mistério da Libélula
(EUA e Alemanha 2002) – (*****)

Os Deuses Vencidos (EUA 1960) – (*****)

Ben Hur (1º) (EUA 1960) – (*****)

AIDS Aconteceu Comigo (EUA 1985) (*****)

A Honra do Poderoso Prizzi
(EUA 1986) – (*****)

A Outra História Americana (EUA 1999) – (*****)

Ela (EUA 2014) – (*****)

Vice (EUA 2019) – (*****)

Midway Batalha em Alto Mar (EUA 2019) – (*****)

A Escolha de Sofia (EUA 1982) – (*****)

Nascido para Matar
(EUA e Reino Unido 1987) – (*****)

Patton Rebelde ou Herói? (EUA 1970) – (*****)

Os Eleitos (EUA 1983) – (*****)

A Testemunha (EUA 1985) – (*****)

Bravura Indômita – (“1°”) (EUA 1969) – (*****)

Bravura Indômita (“2°”) (EUA 2011) – (*****)

Os Embalos de Sábado à Noite
(EUA 1978) – (*****)

O Quinto Poder (EUA 2014) – (*****)

Segredos do Poder (EUA, França,
Reino Unido, Japão e Alemanha 1998) – (*****)

Tudo Pelo Poder (EUA 2911) – (*****)

Proposta Indecente (EUA 1993) – (*****)

Código de Honra (EUA 1993) – (*****)

Brubaker (EUA 1980) – (*****)

Um Homem Fora de Série (EUA 1985) – (*****)

Elis (Elis Regina – Vida e Carreira)
(Brasil 2016) (*****)

Coragem Sob Fogo (EUA 1996) – (*****)

Espírito Selvagem (EUA 2000) – (*****)

Fomos Heróis (EUA e Alemanha 2002) – (*****)

42 A História de uma Lenda (EUA 2013) – (*****)

A Cabana (EUA 2017) – (*****)

A Rede Social (EUA 2010) – (*****)

A Teoria de Tudo (Reino Unido 2015) – (*****)

A Vida de David Gale (EUA, Reino
Unido e Alemanha 2003) – (*****)

Atração Perigosa (EUA 2010) – (*****)

Azul é a Cor Mais Quente (França 2013) – (*****)

Cassino (EUA e França 1996) (*****)

Cavalos Selvagens (EUA 2015) (*****)

Chamas da Vingança (EUA 2004) (*****)

Código de Conduta (EUA 2009) (*****)

Destinos Cruzados (EUA 1999) (*****)

Green Book o Guia (EUA 2019) (*****)

Intrigas de Estado (EUA,
França e Reino Unido 2009) (*****)

12 Anos de Escravidão (EUA 2014) (*****)

Gladiador (2°) (EUA e
Reino Unido 2000) (*****)

O Jogo da Imitação (EUA 2015) (*****)

Maré Vermelha (EUA 1995) – (*****)

Três Anúncios Para um Crime
(EUA 2018) – (*****)

Um Dia de Fúria (EUA e França 1993) – (*****)

Meu Pai (EUA 2021) – (*****)

Uma Mente Brilhante (EUA 2002) – (*****)

Território Restrito (EUA 2009) – (*****)

Revelação (EUA 2000) – (*****)

Risco Duplo (Canadá,
Alemanha e EUA 1999) – (*****)

Zona Verde (EUA e Reino Unido 2010) – (*****)

Titanic (EUA 1998) – (*****)

Uma Lição de Amor (EUA 2002) – (*****)

Nasce Uma Estrela (EUA 2018) – (*****)

Marina Abramovic – A Artista Está Presente
(Documentário) – (EUA 2013) – (*****)

Medo da Verdade (EUA 2007) – (*****)

Munique (EUA 2006) – (*****)

O Juiz (EUA 2014) – (*****)

Os Indomáveis (EUA 2008) – (*****)

O Ilusionista (EUA e
República Tcheca 2006) – (*****)

O Preço da Verdade (EUA 2020) – (*****)

O Segredo (EUA 1996) – (*****)

Ponto Cego (EUA 2018) – (*****)

Pearl Harbor (EUA 2001) – (*****)

Patch Adams o Amor é Contagioso
(EUA 2020) – (*****)

Judas e o Messias Negro (EUA 2021) – (*****)

Corra – Get Out (EUA 2017) – (*****)

A Última Ceia (EUA 2001) – (*****)

A Casa dos Espíritos (EUA 1993) – (*****)

GRUPO (****) = Muito bom

 Planeta dos Macacos
(O 1° da série – EUA 1968) – (****)

Planeta dos Macacos 1
A Origem (EUA 2011) – (****)

Planeta dos Macacos 2
O Confronto (EUA 2014) – (****)

Planeta dos Macacos 3
A Guerra (EUA 2017) – (****)

Vestígios do Dia
(EUA e Reino Unido 1994) – (****)

A Lista de Schindler
(EUA 1993) – (****)

Os Gritos do Silêncio
(EUA e Reino Unido 1984) – (****)

O Pianista
(França e outros 2003) – (****)

A Lagoa Azul (EUA 1980) – (****)

O Sol é Para Todos
(EUA 1963)
– (****)

Garota Interrompida
(EUA e Alemanha 2000) – (****)

 O Iluminado
(Reino Unido e EUA 1980) – (****)

Assassinato em Gosford
Park (Reino Unido 2001) – (****)

O Diário de Anne
Frank (EUA 1959) – (****)

Rain Man (EUA 1989) – (****)

Apollo 13 Do Desastre
ao Triunfo (EUA 1995) – (****)

Mr. Holland Adorável Professor
(EUA 1985) – (****)

 Um Homem Chamado Cavalo
(EUA 1976) – (****)

Platoon (EUA e
Reino Unido 1987) – (****)

Onde os Fracos Não
Têm Vez (EUA 2008) – (****)

Bastardos Inglórios
(EUA e Alemanha 2009) – (****)

Millennium Os Homens
Que Não Amavam as Mulheres
(EUA e outros 2012) – (****)

Django Livre (EUA 2013) – (****)

Desafio das Águias
(EUA e Reino Unido 1968) – (****)

Blade Runner O Caçador
de Andróides (EUA 1982) – (****)

Uma Linda Mulher (EUA 1990) – (****)

Divertida Mente (EUA 2015) – (****)

Os Melhores Anos de
Nossa Vida (EUA 1946) – (****)

Dança Com Lobos (EUA 1990) – (****)

A Um Passo da Eternidade
(EUA 1953) – (****)

O Artista (França 2012) – (****)

Tootsie (EUA 1992) – (****)

12 Homens e Uma Sentença
(EUA 1957) – (****)

Pulp Fiction – Tempo
de Violência (EUA 1994) – (****)

Um Sonho de Liberdade
(EUA 1995) – (****)

Psicose (EUA 1960) – (****)

Cisne Negro (EUA 2011) – (****)

O Jardineiro Fiel (EUA 2005) – (****)

O Discurso do Rei
(Reino Unido 2011) – (****)

2001 Uma Odisseia no Espaço
(EUA e Reino Unido 1968) – (****)

Meu Pé Esquerdo
(Irlanda e Reino Unido 1989) – (****)

O Menino do Pijama Listrado
(EUA e Reino Unido 2008) – (****)

Gente Como a Gente (EUA 1980) – (****)

Caminhando nas
Nuvens (EUA 1995) – (****)

Thelma e Louise (EUA 1991) – (****)

Conduzindo Miss Daisy (EUA 1989) – (****)

Papillon (EUA e França 1974) – (****)

O Homem que Matou o
Facínora (EUA 1962) – (****)

O Trem (EUA, França
e Itália 1964)
– (****)

Era Uma Vez No Oeste
(EUA e Itália 1968)
– (****)

Sete Homens e Um Destino
(EUA 1960)
– (****)

Birdman (Ou a Inesperada Virtude
da Ignorância) (EUA 2015) – (****)

Alien, o 8° Passageiro
(EUA e Inglaterra 1979) – (****)

Butch Cassidy e Sundance Kidy
(EUA 1969) – (****)

Apocalypse Now
(EUA 1979) – (****)

O Primeiro Homem (EUA 2018) – (****)
(“1° a pisar na Lua”)

Fargo (EUA 1996) – (****)

Moonlight: Sob a Luz do Luar
(EUA 2017) – (****)

Matrix (EUA e Austrália 1999) – (****)

Homens de Honra (EUA 2001) – (****)

Ao Mestre Com Carinho
(EUA 1967) – (****)

A Cor do Dinheiro (EUA 1986) – (****)

Olhos da Justiça (EUA 2015) – (****)

O Homem Invisível (EUA 2020) – (****)

Jogo do Dinheiro (EUA 2016) – (****)

Teoria da Conspiração
(EUA 1997) – (****)

A Síndrome de Berlim
(Austrália 2017) – (****)

Invictos (EUA 2009) – (****)

O Franco Atirador (The Deer Hunt)
– (Inglaterra e EUA, 1979) – (****)

Exodus (EUA 1960) – [03h37m] – (****)

Os Infiltrados (EUA 2006) – (****)

Guerra nas Estrelas (EUA 1978) – (****)

O Predador (EUA 1987) – (****)

Predador 2 – A Caçada Continua
(EUA 1991) – (****)

Predadores (EUA 2010) – (****)

Argo (EUA 2012) – (****)

Rambo – Programado Para Matar
(EUA 1982) – (****)

O Paciente Inglês (EUA 1996) – (****)

Perdido em Marte (EUA 2015) – (****)

Interestelar (EUA e Reino
Unido 2014) – (****)

Logan (EUA 2017) – (****)

Jurassic World 1 O Mundo dos
Dinossauros (EUA 2015) – (****)

Jurassic World 2 Reino
Ameaçado (EUA 2018) – (****)

Chernobyl 1 (EUA, Alemanha
e Reino Unido 2019) – (****)

Chernobyl 2 (EUA, Alemanha
e Reino Unido 2019) – (****)

Chernobyl 3 (EUA, Alemanha
e Reino Unido 2019) – (****)

Chernobyl 4 (EUA, Alemanha
e Reino Unido 2019) – (****)

Chernobyl 5 (EUA, Alemanha
e Reino Unido 2019) – (****)

Star Wars 0 Rogue One
(EUA 2016) – (****)

Star Wars I A Ameaça Fantasma
(EUA 1999) –
(****)

Star Wars II Ataque dos Clones
(EUA 2002) –
(****)

Star Wars III A Vingança dos Sith
(EUA 2005) –
(****)

Star Wars IV Uma Nova Esperança
(EUA 1978) –
(****)

Star Wars V O Império Contra-Ataca
(EUA 1980) –
(****)

Star Wars VI O Retorno de Jedi
(EUA 1983) –
(****)

Star Wars VII O Despertar da Força
(EUA 2015) –
(****)

Star Wars VIII Os Últimos Jedi
(EUA 2017) – (**) São 2 estrelas, mesmo!)

O Bebê de Rosemary
(EUA 1969) – (****)

O Exorcista (EUA 1974) – (****)

Casablanca (EUA 1942) – (****)

Num Lago Dourado (EUA 1981) – (****)

Muito Além do Jardim (EUA 1979) – (****)

Duelo de Titãs (EUA 1959) – (****)

A Chegada (EUA 2016) – (****)

A Experiência 1 (EUA 1995) – (****)

A Forma da Água (EUA 2017) – (****)

No Limite do Amanhã
(EUA e Austrália 2014) – (****)

O Contador (EUA 2016) – (****)

O Gângster (EUA 2007) – (****)

Ex Machina Instinto Artificial
(Reino Unido e EUA 2014) (****)

O Resgate do Soldado Ryan
(EUA 1998) – (****)

Tropa de Elite 1 (Brasil 2007) – (****)

Tropa de Elite 2 (Brasil 2010) – (****)

Última Parada 174 (Brasil 2008) – (****)

O Destino de Uma Nação
(Reino Unido 2018) – (****)

O Lobo de Wall Street
(EUA 2014) – (****)

Hannah Arendt (Alemanha
e França 2013) – (****)

Mogli O Menino Lobo
(EUA 2016) – (****)

Ted Bundy A Irresistível
Face do Mal (EUA 2019) – (****)

Zorba o Grego
(EUA e Grécia  1964) – (****)

Os Oito Odiados (EUA 2016) – (****)

Greyhound (EUA 2020) – (****)

The Old Guard (EUA 2020) – (****)

Na Linha de Fogo
(EUA 1993) – (****)

Luta por Justiça (EUA 2020) – (****)

Adoráveis Mulheres (EUA 2020) – (****)

Dunkirk (EUA, França,
Reino Unido e Holanda 2017) – (****)

Dor e Glória (Espanha 2019) – (****)

Okja (Coréia do Sul
e EUA 2017) – (****)

Inimigo do Estado (EUA 1999) – (****)

Beijos Que Matam (EUA 1997) – (****)

Na Teia da Aranha (EUA 2001) – (****)

Lembranças de Um Verão
(Austrália e EUA 2001) – (****)

O Escândalo (EUA 2020) – (****)

Rio Vermelho (EUA 1948) (****)

Rio Grande (EUA 1950) (****)

Gata em Teto de Zinco Quente
(EUA 1958) (****)

El Cid (Itália e EUA 1961) (****)

Os Comancheros (EUA 1961) (****)

Freud Além da Alma (EUA 1963) (****)

Diários de Motocicleta
(EUA, Argentina, Brasil, Peru
e Chile 2004) (****)

Soldado Anônimo (EUA 2005) (****)

A Vida dos Outros
(Alemanha 2007) (****)

Antes que o Diabo Saiba que
Você Está Morto (EUA 2008) (****)

Prometheus (EUA 2012) (****)

Blind (Noruega 2015) (****)

A Pele de Vênus (França 2015) (****)

Ben Hur (2) (EUA 2016) (****)

Suprema (EUA 2019) (****)

M.A.S.H. (EUA 1970) (****)

Elysium (EUA 2013) (****)

Os Desajustados (EUA 1960) (****)

O Segredo: Ouse Sonhar
(EUA 2020) (****)

Rastros de Ódio (EUA 1956) (****)

E o Vento Levou (EUA 1940) (****)

Cantando na Chuva (EUA 1952) (****)

Vidas Amargas (EUA 1955) (****)

Um Corpo Que Cai (EUA 1958) (****)

Dona Flor e Seus Dois
Maridos (Brasil 1976) (****)

O Fim da Escuridão
(EUA e Reino Unido 2010) (****)

Conspiração e Poder
(EUA e Austrália 2016) (****)

Spartacus (o 1º) (EUA1960) (****)

Se Meu Apartamento
Falasse (EUA 1960) (
****)

Contatos Imediatos de Terceiro
Grau (Reino Unido e EUA 1978) (****)

O Expresso da Meia-Noite
(Reino Unido 1978) (****)

A Dama de Ferro
(Reino Unido e França 2012) (****)

A Máscara do Zorro (EUA 1998) (****)

Aliança do Crime (EUA 2015) – (****)

Gangues de Nova York
(Reino Unido, Itália, Alemanha,
Holanda e EUA 2003) – (****)

Inimigos Públicos (EUA 2009) – (****)

A Caça (Dinamarca e
Suécia 2013) – (****)

A Insustentável Leveza
do Ser (EUA 1987) – (****)

A Casa da Rússia em 1990 (EUA 1990) – (****)

Viagens Alucinantes (EUA 1981) – (****)

Atrás das Linhas Inimigas (EUA 2002) – (****)

Bat 21 Missão no Inferno (EUA 1988) – (****)

Carol (Reino Único e EUA 2016) (****)

Cinema Paradiso (Itália e França 1988) (****)

Diário de Uma Paixão (EUA 2004) (****)

Escritores da Liberdade (EUA 2007) (****)

Fora de Controle (EUA 2002) (****)

Forrest Gump o Contador de
Histórias (EUA 1994) (****)

Garota Exemplar (EUA 2014) (****)

Gilbert Grape Aprendiz de Sonhador
(EUA 1994) (****)

Harriet (EUA 2019) (****)

História de um Casamento (EUA 2019) (****)

Julgamento Final (EUA 1991) (****)

Erin Brockovich Uma Mulher de
Talento (EUA 2000) (****)

Nascido em 4 de Julho (EUA 1990) (****)

Johnny & June (EUA 2006) (****)

Violação de Conduta (EUA 2003) – (****)

Mississipi em Chamas (EUA 1989) – (****)

Lendas do Crime (Reino Unido
e França 2016) – (****)

A Batalha de Midway (EUA 1976) – (****)

Julieta (Espanha 2016) – (****)

Wyatt Earp (EUA 1994) – (****)

Tempo de Glória (EUA 1989) – (****)

O Mensageiro (EUA 1997) – (****)

Relatos Selvagens (Argentina
e Espanha 2014) – (****)

Roman J. Israel (EUA 2018) – (****)

Stalingrado A Batalha Final
(Alemanha 1994) – (****)

Uma Noite de 12 Anos (Uruguai,
Espanha, França e Argentina 2018) – (****)

Uma Segunda Chance (EUA 1991) – (****)

O Voo da Fênix (EUA 2004) – (****)

Orgulho e Preconceito (França,
Reino Unido e EUA 2006) – (****)

Para Wong Foo Obrigada Por
Tudo! Julie Newmar (EUA 1995) – (****)

O som do silêncio (EUA 2020) – (****)

Medidas Extremas (EUA 1996) – (****)

O Cliente (EUA 1994) – (****)

Boyhood da Infância à Juventude
(EUA 2014) – (****)

Mommy (Canadá 2014) – (****)

Na Corda Bamba (EUA 1996) – (****)

O Chamado da Floresta (EUA 2020) – (****)

O Duelo (EUA 2016) – (****)

O Homem Mais Procurado
(EUA, Reino Unido e Alemanha 2014) – (****)

O Orfanato (Espanha e México 2008) – (****)

Pacto de Justiça (EUA 2003) – (****)

Reação em Cadeia (EUA 1996) – (****)

Piaf Um Hino ao Amor (Reino
Unido, República Tcheca, França 2007) – (****)

As Viúvas (Reino Unido e EUA 2018) – (****)

La La Land Cantando Estações
(EUA 2017) – (****)

Falcão Negro em Perigo (EUA 2001) – (****)

O Poder e a Lei (EUA 2011) – (****)

O Sacrifício do Cervo Sagrado (EUA 2017) – (****)

Dívida de Sangue (EUA 2002) – (****)

Druk Mais Uma Rodada
(Dinamarca 2020) – (****)

Dúvida (EUA 2008) – (****)

Jogo de Espiões (EUA 2001) – (****)

Filadélfia (EUA 1993) – (****)

O Último dos Moicanos (EUA 1992) – (****)

Ammonite (Reino Unido e
Austrália 2020) – (****)

GRUPO (***) = Bom

A Espera de Um Milagre (EUA 2000) – (***)

O Encantador de Cavalos
(EUA 1998) – (***)

O Sexto Sentido (EUA 1999) – (***)

 A Conquista da Honra (EUA 2007) – (***)

Os Imperdoáveis (EUA 1992) – (***)

A Gaiola das Loucas
(Itália e França 1978) – (***)

 Uma Nova Chance
Para Amar (EUA 2014) – (***)

O Maior Espetáculo da Terra
(EUA 1952) – (***)

As três Máscaras de Eva
(EUA 1957) – (***)

O Expresso de Von Ryan
(EUA 1965) – (***)

Sérpico (EUA 1973) – (***)

El Dorado (EUA 1966) – (***)

Golpe de Mestre (EUA 1974) – (***)

 Inferno Nº 17 (EUA 1953) – (***)

 Os Canhões de Navarone
(Reino Unido e EUA 1961) – (***)

Taxi Driver (EUA 1976) – (***)

Passageiros (EUA 2009) – (***)

Ghost do Outro Lado
da Vida (EUA 1990) – (***)

Deus da Carnificina
(França, Espanha, Polônia,
Alemanha – 2012) – (***)

Capitão Fantástico (EUA 2016) – (***)

Os Tigres Não Tem Medo
(México 2017/2019) – (***
)

127 horas (EUA e Inglaterra 2011) – (***)

Inimigo Meu (EUA 1985) – (***)

Os Sete Samurais
(Japão 1954) – (***)

Laranja Mecânica
(EUA e Inglaterra 1971) – (***)

O Mestre (EUA 2012) – (***)

Um Dia de Cão (EUA 1976) – (***)

Duelo de Gigantes (EUA 1976) – (***)

Vidas em Jogo (EUA 1997) – (***)

As Cores da Violência (EUA 1988) – (***)

Acerto Final (EUA 1995) – (***)

Jogada de Mestre (Reino Unido,
Bélgica e Holanda 2015) – (***)

120 Batimentos Por Minuto
(França 2017) – (***)

Em Pedaços (Alemanha e
França 2017) – (***)

Fala Comigo (Brasil 2016) – (***)

Crepúsculo dos Deuses
(EUA 1950) – (***)

As Duas Faces de Zorro
(EUA 1981) – (***)

Melhores Amigos (EUA 2016) – (***)

Projeto Flórida (EUA 2017) – (***)

Tempos Modernos
(Charlie Chaplin – EUA 1936) – (***)

O Grande Ditador
(Charlie Chaplin – EUA 1940) – (***)

Luzes da Ribalta
(Charlie Chaplin – EUA 1952) – (***)

Efeito Borboleta (EUA 2004) – (***)

Armadilha Selvagem
(EUA 1997) – (***)

Uma Intriga Internacional
(Reino Unido, Rússia e EUA 1986) – (***)

A Lenda de Golem (Israel 2019) – (***)

Cidadão Kane (EUA 1941) – (***)

Gravidade (EUA e Reino
Unido 2013) – (***)

Trapézio (EUA 1956) – (***)

A Experiência 2 A Mutação
(EUA 1998) – (***)

Democracia em Vertigem
(Brasil 2019) – (***)

Guerra Mundial Z
(EUA 2013) – (***)

El Camino A Breaking
Bad Movie (EUA 2019) – (***)

Ela (EUA 2014) – (***)

Filhos da Esperança
(Reino Unido 2006) – (***)

Kong a Ilha da Caveira
(EUA e Vietnã 2017) – (***)

Precisamos Falar Sobre o Kevin
(EUA e Reino Unido 2012) – (***)

Vizinhos (EUA 2014) – (***)

O Pequeno Príncipe
(França 2015) – (***)

No Tempo das Diligências
(EUA 1939) (***)

20000 Léguas Submarinas
(EUA 1954) (***)

Inferno no Pacífico
(EUA 1968) (***)

Seis Não Regressaram
(EUA 1968) (***)

Bullitt (EUA 1968) (***)

Um Homem Difícil de Matar
(EUA 1970) (***)

Um Lobisomem Americano
em Londres (Reino Unido
e EUA 1981) (***)

A Chama que não Se Apaga
(EUA 1982) (***)

De Volta Para o Inferno
(EUA 1983) (***)

O Piano (Nova Zelândia,
Austrália e França 1993) (***)

A Outra (EUA 1988) (***)

Evita (EUA 1997) (***)

Fugindo do Passado
(EUA 1998) (***)

O Valor de Um Homem
(França 2016) (***)

A Freira (EUA 2018) (***)

Gigantes em Luta (EUA 1967) (***)

As Vinhas da Ira (EUA 1940) (***)

Quanto Mais Quente Melhor
(EUA 1959) (***)

Perdidos na Noite (EUA 1969) (***)

Operação França (EUA 1971) (***)

1900 (Itália, Alemanha e
França 1976) (***)

Cinzas no Paraíso
(EUA 1978) (***)

Comando 10 de Navarone
(Reino Unido e EUA 1978) (***)

Fama (EUA 1980) (***)

O Destino Bate à Sua Porta
(EUA 1981) (***)

Asas da Liberdade (EUA 1984) (***)

Amadeus (EUA 1984) (***)

Sem Saída (EUA 1987) (***)

A Paixão de Cristo (EUA 2004) (***)

A Época da Inocência (EUA 1993) (***)

Alice Não Mora Mais Aqui
(EUA 1974) – (***)

Mera Coincidência (EUA 1998) – (***)

Vivendo no Limite (EUA 1999) – (***)

A Separação (Irã 2012) – (***)

O Alfaiate do Panamá
(Irlanda e EUA 2001) – (***)

Rebeca A Mulher Inesquecível (EUA 2020) (***)

Bem-Vindo ao Jogo (EUA 2007) (***)

Busca Frenética (EUA e França 1988) (***)

Calmaria (EUA 2019) (***)

Cássia Eller (Documentário Brasil 2015) (***)

Danton o Processo da Revolução
(Polônia, França e Alemanha 1982) (***)

Conexão Perigosa (França e EUA 2013) (***)

Contratiempo (Espanha 2016) (***)

Coração Louco (EUA 2010) (***)

Coração Satânico
(Reino Unido, Canadá e EUA 1987) (***)

Deixe-me Entrar (Reino Unido e EUA 2011) (***)

Dentro de Casa (França 2013) (***)

Encontro Fatal (EUA 2020) (***)

Entre Facas e Segredos (EUA 2019) (***)

O Enigma de Andrômeda (EUA 1972) (***)

O Abutre (EUA 2014) – (***)

Magnatas do Crime (EUA 2020) – (***)

Lady Bird a Hora de Voar (EUA 2017) – (***)

Resgate (EUA 2020) – (***)

Robin Hood A Origem (EUA 2018) – (***)

Priscilla, a Rainha do Deserto
(Austrália 1994) – (***)

Projeto Gemini (EUA e China 2019) – (***)

Medianeras B. Aires na Era
do Amor Virtual (Espanha,
Argentina e Alemanha 2011) – (***)

No Portal da Eternidade (França 2018) – (***)

O Amante Duplo (França e Bélgica 2018) – (***)

O Apanhador de Sonhos
(EUA e Austrália 2002) – (***)

Trama Fantasma (EUA 2018) (***)

O Caminho de Volta (EUA 2019) – (***)

O Jantar (EUA 2017) – (***)

O Conde de Monte Cristo (EUA,
Reino Unido e Irlanda 2002) – (***)

O Grande Truque (EUA e
Reino Unido 2006) – (***)

O Troco (EUA 1999) – (***)

O Segredo das Águas (França,
Japão e Espanha 2015) – (***)

Os Últimos Cavaleiros (República
Tcheca e Coréia do Sul 2015) – (***)

Dívida de Sangue – “Cat Ballou”
(EUA 1966) – (***)

Sob o Domínio do Mal (EUA 2004) – (***)

A Lenda de Tarzan (EUA 2016) – (***)

Georgetown (EUA 2019) – (***)

GRUPO (**) = Aceitável, talvez nem isso!

Bacurau (Brasil e França 2019) – (**)

1984 (Reino Unido 1984) – (**)

Clube da Luta (EUA e
Alemanha 1999) – (**)

Uma Estranha Amizade
(EUA e Reino Unido 2013) – (**)

Um Lugar Chamado Notting Hill
(EUA e Inglaterra 1999) – (**)

Confissões de uma Mente Perigosa
(EUA, Canadá e Alemanha 2002) – (**)

Verão 1993 (Espanha 2017) – (**)

Ingrid Vai Para o Oeste
(EUA 2017) – (**)

The Bombing (China 2018) – (**)

O Apartamento (Irã e
França 2016) – (**)

Arábia (Brasil 2017) – (**)

Ao Cair da Noite (EUA 2017) – (**)

13 Minutos (Alemanha 2014) – (**)

O Inspetor Geral (EUA 1949) – (**)

Os Curados (Reino Unido,
Irlanda e França 2019) – (**)

Sombras da Vida (EUA 2017) – (**)

Colossal (Espanha, Canadá,
Coréia do Sul e EUA 2016) – (**)

Happy End (França, Áustria
e Alemanha 2017) – (**)

Belos Sonhos (Itália e
França 2016) – (**)

O Farol (EUA e Canadá 2020) – (**)

Donnie Darko (EUA 2000) – (**)

A Entrevista (EUA 2014) – (**)

Os Doze Macacos (EUA 1995) – (**)

Casa Grande (Brasil 2015) – (**)

Rua Cloverfield 10 (EUA 2016) – (**)

A Casa do Diabo (EUA 2009) – (**)

Halloween (EUA 2018) – (**)

Infiltrado na Klan (EUA 2018) – (**)

Bloodshot (EUA 2020) – (**)

Ajuste de Contas (A Score to Settle)
(Canadá e EUA 2019) – (**)

O Encouraçado Potemkim
(Rússia 1925) (**)

O Leopardo (França e Itália 1963) (**)

Oito e Meio (França e Itália 1963) (**)

O Assalto (Canadá e EUA 2001) (**)

Rashomon as Portas do Inferno
(Japão 1951) (**)

A Doce Vida (França e Itália 1960) (**)

A Conspiração (EUA 2012) (**)

O Candidato (EUA 1972) (**)

Era Uma Vez em Tóquio
(Japão 1972) – (**)

A Última Tentação de Cristo
(EUA e Canadá 1988) – (**)

Anjos da Lei (EUA 2012) – (**)

Caminhos Perigosos
(EUA 1976) – (**)

A Juventude (Itália, França,
Suíça e Reino Unido 2016) – (**)

Raposa de Fogo (EUA 1982) – (**)

O Espião Que Veio do Frio
(Reino Unido 1966) – (**)

Substitutos (EUA 2009) – (**)

Aniquilação (EUA 2018) – (**)

Appaloosa Uma Cidade Sem Lei
(EUA 2008) – (**)

Devorador de Pecados
(EUA e Alemanha 2002) (**)

Dívida de Honra (EUA e França 2015) (**)

Em Chamas (Coréia do Sul 2018) (**)

Entre Realidades (EUA 2020) (**)

Hereditário (EUA 2018) – (**)

O Babadook (Austrália e Canadá 2014) – (**)

A Presença (EUA 2020) – (**)

História de um Assassinato (EUA 2017) – (**)

GRUPO (*) = Horrível

A Maldição da Bruxa
(Alemanha e Reino Unido 2017) – (*)

The Hole In The Ground
(Irlanda 2019) – (*)

Você Nunca Esteve Realmente Aqui
(EUA, França, Reino Unido 2018) – (*)

O Boulevard do Crime
(França 1945) (*)

Amarcord (França e Itália 1973) (*)

Verdades e Mentiras
(França, Irã e Alemanha 1973) (*)

A Grande Beleza (Itália e
França 2013) – (*)

Corrente do Mal (EUA 2015) – (*)

O Poço (Espanha 2020) – (*)

Talvez lhe interesse avaliar a minha coleção de; “Atores e Atrizes Com Atuações Destacadas”. São mais de 400 deles, todos com links para fotos, informações pessoais e das suas carreiras cinematográficas, também acompanhados das respectivas coleções dos filmes em que atuaram.

Paulo Dirceu Dias
paulodias@pdias.com.br
Sorocaba – SP

Agosto de 2019 à abril de 2021