As 11 aeronaves que mudaram a história da aviação

Matéria de Eduardo Mateus Nobrega Piloto Comercial de Avião, formado em Ciências Aeronáuticas pela Universidade Norte do Paraná.

Disponível no Site Canal Piloto/Bianch – http://canalpiloto.com.br/

“Clicar” sobre as imagens amplia as exibições.

aviao01Ao longo da história, algumas pessoas foram decisivas para o sucesso ou fracasso de algumas empreitadas, desde guerras até a hegemonia econômica de alguns países. Da mesma forma foram os aviões. Antes mesmo de serem popularizados, eles já mudaram a história de alguma forma. Ainda que arcaicos e com suas limitações, os aviões conseguiram dar novo rumo e trazer novos ideais em inúmeras situações. Hoje, é impossível imaginar a segunda guerra sem o avião, ou mesmo o mundo atual sem a globalização que ele proporciona. Dessa forma, esta listagem mostra os aviões que mudaram seu tempo.

aviao02Os planadores abriram caminho Otto Lilienthal, ainda jovem, desenhou diversos modelos de planadores. Ainda que seus projetos tivessem sido infrutíferos, ele não desistiu e conseguiu ser a primeira pessoa a alçar voo e pousar em segurança. Entre 1891 e 1896, Lilienthal produziu cerca de 18 modelos e voou mais de 2 mil vezes. Ele se lançava de uma colina perto de sua casa, e ainda que os voos fossem curtos e desajeitados, mal ele sabia que estava sendo o precursor de uma grande jornada.

aviao0314 Bis – O primeiro motor a roncar nos céus Anos depois de Otto, em 1906, Alberto Santos Dumont, com muito esforço, realizou o primeiro voo controlado e motorizado em Paris. Percorreu 60 metros a três metros do chão. Anos antes, os irmão Wright tentavam arduamente realizar um feito similar, mas somente o conseguiram depois, fato que gera controvérsias até os dias de hoje. O primeiro ou não, o 14 Bis marcou a história e materializou o sonho da humanidade.

aviao04O primeiro avião de metal Em tempos onde as aeronaves eram totalmente fabricadas de madeira e papel, a Junkers decidiu inovar e construiu o primeiro avião feito totalmente com liga de metal leve. Foi algo de outro mundo para aquela época. Foi quando ficou claro que o voo realmente desafiava a gravidade. A partir do junkers F.13, outros fabricantes se inspiraram e o metal começou a ser usado na aviação.

aviao05O primeiro voo transatlântico Entre 20 e 21 de maio de 1927, Charles Lindenbergh realizou o primeiro voo a cruzar o oceano atlântico, embolsando um prêmio de 25 mil dólares por isso – cerca de 100 mil reais, convertendo-se para valores atuais. No entanto, o prêmio maior foi para a humanidade, que passou a ver com outros olhos o transporte aéreo, ainda mais numa época onde a mesma travessia só seria possível de navio.

aviao06As mulheres voaram Cinco anos depois de Lindenbergh, Amélia Earhart provou que as mulheres também podiam voar. Ela não só reforçou o que Lindenbergh fez, mas também inseriu as mulheres na aviação. Hoje as mulheres compõem, inclusive, a frota de pilotos da nossa força aérea. Amélia realizou, sem dúvida, um dos voos mais importantes e inovadores da história.

aviao07A aviação se torna lucrativa Em 1933, o Boeing 247, que voava a 322km/h, estabeleceu um novo marco na aviação comercial, como o avião de passageiros mais rápido do mundo. Na época, compôs a frota da United Airlines e Lufthansa. A pequena frota, que já havia sido produzida em 1937, voava mais de 96 mil km por dia.

aviao08E as hélices ficam pra trás Uma disputa de projeto entre um inglês e um alemão, tempos antes da Segunda Guerra, levou ao projeto dos primeiros motores turbo-jatos. Embora a versão britânica tenha sido lançada primeiro, a alemã ganhou os céus antes. Já no fim da Segunda Guerra, eles lançaram o Me 262, que rasgava velozmente os céus. Ainda que tenha chegado um pouco tarde para fazer a diferença nas batalhas, ele mostrou para os outros países que a aviação ia evoluir a qualquer custo, e quem o fizesse mais rápido dominaria a guerra.

aviao09Rompendo a barreira do som Em 14 de outubro de 1947, o capitão da força aérea dos Estados Unidos, Charles Yaeger, subiu à cabine do experimental Bell X-1 e atingiu a velocidade de mach 1.06, rompendo então a barreira do som e mostrando que o voo ia muito além de manobras. Mas a velocidade podia fazer também a diferença na batalha. O voo foi durante meses classificado como altamente secreto, e só revelado em 1948.

aviao10Nasce o Jumbo No ano de 1970, a aviação comercial tomou outro rumo. Nasce o 747, o maior avião de passageiros do mundo na época. Duas vezes maior que seu antecessor, o 707, ele manteve a hegemonia de o maior do céus por muito tempo. Somente foi ultrapassado 37 anos depois. Por aí se pode ter uma ideia de como essa aeronave mudou conceitos no seu tempo.

aviao11O primeiro avião de passageiros supersônico O Concorde foi o primeiro avião de linha aérea a transportar passageiros num voo além da velocidade do som. Ele atingia cerca de duas vezes a velocidade deste. No entanto, ele não foi um sucesso em nenhuma companhia, e mantê-lo voando necessitava inclusive da ajuda do governo. Apesar do fracasso econômico, o Concorde realizou uma façanha que até hoje ainda não foi repetida, por nenhum fabricante de aeronaves comerciais.

aviao12A corrida espacial privada Em 2004, o SpaceShipOne, que unia engenharia aeroespacial e a mais alta tecnologia disponível, realizou o primeiro voo particular no espaço suborbital. Foi projetado visando primeiramente a realização do feito, e também um prêmio de 10 milhões de dólares. A aeronave fez três voos no mesmo ano, e deu início a dezenas de outras ideias por inúmeras empresas ao redor do mundo.

Paulo Dirceu Dias
paulodias@pdias.com.br
Sorocaba – SP