Alberto Santos Dumont – Comentário

comentario

Sob a motivação da comemoração do centenário do voo pioneiro do Pai da Aviação, a intenção é registrar nas páginas que seguem um pouco da história de Alberto Santos Dumont, pelo mérito do inventor, que destacou o Brasil em todos os continentes, pelos vínculos criados em Sorocaba, que visitava frequentemente para descansar na Fazenda Santa Maria, de propriedade do engenheiro Ramos de Azevedo, e ainda por ter registrado seu testamento em tabelião de nossa cidade.

Na preparação deste trabalho utilizamos farto material cedido pelo pesquisador e historiador Emanuel Rodrigues, alguma coisa disponível na Internet e, principalmente, o conteúdo do livro “Asas da Loucura”, de Paul Hoffman, traduzido no Brasil por Marisa Motta e lançado pela Editora Objetiva, cuja abordagem também está disponível em; “Livro – “Asas da Loucura”.

Paulo Dirceu Dias
paulodias@pdias.com.br
Sorocaba – SP